×

Paróquia Nossa Senhora da Saúde - Perdigão

Paróquias

Diocese em festa com a Ordenação Sacerdotal de mais um padre

sábado, 29 de agosto de 15 às 14:49 | Atualizado às 11:03
Diocese em festa com a Ordenação Sacerdotal de mais um padre

Na noite do dia 28 de agosto, toda a diocese de Divinópolis, juntamente com a cidade de Carmo do Cajuru, se alegraram com a ordenação Sacerdotal do Diácono Helton Ferreira Rodrigues, o primeiro sacerdote a ser ordenado na cidade. O Espaço Cultural de Carmo do Cajuru,  que se localiza em frente à Matriz de Nossa Senhora do Carmo,  ficou lotado com a participação dos fiéis, que vieram de várias partes da diocese. Além de Dom José Carlos de Souza Campos, nosso bispo diocesano, também participaram Dom José Belvino do Nascimento (nosso bispo emérito), Dom Tarcísio Nascentes dos Santos (bispo da Diocese de Duque de Caxias - RJ), Dom Gil Antônio Moreira (arcebispo de Juiz de Fora) e também Monsenhor Michel Bittar, representando a Igreja Católica de Rito Maronita, em Minas Gerais, bem como diversos padres, tanto de nossa diocese como também de outras. Esse é o segundo sacerdote que a Diocese de Divinópolis ganha no mês de agosto. No dia 14, Dom José Carlos ordenou o Padre Marcelo Geraldo, na cidade de Itaúna (CLIQUE AQUI e leia toda a notícia)

 

Antes do início da celebração, o  Diácono Heltinho, como é conhecido, conversou com a nossa equipe e falou da alegria e da ansiedade com a espera desse momento; ouça: 

 

 

Dona Maria José, mãe do Padre Helton, não soube nem expressar a alegria em ver o filho Heltinho ser ordenado Sacerdote:

 

 

Dom Taricisio, Bispo de Duque da Caxias -RJ, ficou muito feliz pela oportunidade de estar na Diocese de Divinópolis, não só pela ordenação do Padre Helton, mas também em rever os fiéis da Igreja Particular de Divinópolis. 

 

 

Dom José Belvino, Bispo Emérito de Divinópolis, também conversou com a nossa equipe e falou da Ordenação Sacerdotal:

 

 

Dom José Belvino também tomou o uso da palavra e deixou uma mensagem para o recém ordenado Padre Helton; ouça AQUI.

 

Dom Gil, Arcebispo de Juiz de Fora - MG, também concedeu uma entrevista exclusiva para a nossa equipe e falou que o desejo dele é que o Padre Helton seja um modelo de sacerdote, e que o seu testemunho desperte outros jovens ao ministério sacerdotal: 

 

 

Dom José Carlos também está muito feliz com a ordenação do Padre Helton:

 

 

Padre Helton é natural de Carmo do Cajuru. Sua ida para Roma aconteceu em agosto de 2010, para atender a uma necessidade da Igreja. Atualmente, ele reside no Pontifício Colégio Internacional “Maria Mater Ecclesiae”.  Helton fez seu curso de Teologia no Ateneu Pontifício “Regina Apostolorum”, de 2010 a 2013. Em 2013, começou o Curso de História e Bens Culturais da Igreja, na Pontifícia Universidade Gregoriana.  Seu mestrado no mesmo curso - Pontifícia Universidade Gregoriana – ele deverá concluir em 2016. Portanto, o Padre Helton volta para Roma, e assim que concluir o seu mestrado, ele retorna ao Brasil e contribuirá na Diocese de Divinópolis nos cuidados dos bens culturais

 

 

Em sua homilia, Dom José Carlos lembrou que o padre além de teólogo é o pastor que deve estar junto de seu povo. E a vocação do presbítero é justamente esta: Ser presença de Cristo no meio das pessoas. Nas palavras do Papa Francisco, o padre deve ser um pastor com o cheiro das ovelhas, ele deve estar continuamente em saída, ir ao encontro, principalmente dos mais necessitados. Ao voltar para a casa do Pai, o próprio Cristo quis contar com os Sacerdotes, para continuar a Sua missão no mundo (ouça a homilia AQUI). 

 

Com as palavras de Santo agostinho, cujo dia celebramos no dia 28 de agosto, Padre Helton começou seu agradecimento. Primeiramente, louvando e agradecendo a Deus, e depois agradecendo aos demais, que com suas orações e trabalhos, direta ou indiretamente possibilitaram que este dia tão especial em sua vida se realizasse. “És grande, Senhor e infinitamente digno de ser louvado; grande é teu poder, e incomensurável tua sabedoria. E o homem, pequena parte de tua criação quer louvar-te, e precisamente o homem que, revestido de sua mortalidade, traz em si o testemunho do pecado e a prova de que resistes aos soberbos. Todavia, o homem, partícula de tua criação, deseja louvar-te. Tu mesmo que incitas ao deleite no teu louvor, porque nos fizeste para ti, e nosso coração está inquieto enquanto não encontrar em ti descanso” (ouça a mensagem do Padre Helton AQUI).

 

Após a celebração, o Padre Heltinho concedeu sua primeira entrevista à nossa reportagem; ouça:  

 

 

Que Nossa Senhora do Carmo e Santo Agostinho, juntos a Cristo, possam sempre interceder ao Pai pela vida e vocação de nosso novo presbítero. Padre Helton passará mais alguns dias em nossa diocese e depois retornará a Roma para continuar seu mestrado em Bens Culturais da Igreja.

 

 

Texto: Seminarista Gustavo Henrique e Túlio Veloso

Áudios: Padre Aldair

Notícias Relacionadas

24 ago 20
19 mar 15
07 jun 17
29 jan 15

Parceiros