×

Festividades marcaram o mês de junho na Paróquia de São Cristóvão

terça-feira, 30 de junho de 20 às 01:31 | Atualizado às
Festividades marcaram o mês de junho na Paróquia de São Cristóvão

“Encerramos o tempo pascal e voltamos ao tempo comum. Temos estas festividades complementares na nossa liturgia: da Santíssima Trindade, Festa do Corpo e Sangue de Jesus, e a Festa do Sagrado Coração de Jesus”, explicou Padre Moacir Tavares na missa do primeiro domingo de junho de 2020 na Paróquia São Cristóvão em Divinópolis/MG, domingo da Trindade Santa. Além das festividades, neste mês comemoramos os aniversários de Padre Júlio e Padre Moacir, e também o retorno dos fiéis.

 

Neste ano de 2020, a solenidade da Santíssima Trindade foi celebrada no dia 07 de junho, durante a homilia, Padre Moacir explicou o “mistério da Santíssima Trindade, em que temos que abrir as portas dos nossos corações para que possamos entrar na intimidade da vida de Deus. Esse Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo”.

 

Na quinta-feira, dia 12 de junho, solenidade de Corpus Christi, Padre Moacir lembrou a “oportunidade que temos para a adoração ao Santíssimo Sacramento”. Ainda durante a homilia, falou sobre o capítulo 6 do Evangelho de João, o capítulo da Eucaristia que “nos leva a este sentimento da partilha de nosso Senhor”. Logo após a missa, a carreata com o Santíssimo Sacramento, pela primeira vez saiu às principais ruas e avenidas do bairro Sidil, neste tempo de distanciamento social. Uma oportunidade única para os fiéis, impossibilitados de estarem presencialmente na Paróquia São Cristóvão, adorarem Jesus por alguns instantes nas portas de suas casas, “as igrejas domésticas”. Um momento único e emocionante que teve adesão dos paroquianos e paroquianas que participaram, seja das portas de suas casas ou dentro de seus carros.

 

A solenidade do Sagrado Coração de Jesus foi celebrada na sexta-feira, dia 19 de junho. Usando a fita do apostolado da oração, do qual também é membro, Padre Júlio lembrou na homilia de rezarmos pela santificação dos sacerdotes, em especial, os de nossa Diocese. Ele ainda falou sobre a importância do Sagrado Coração. “Transparecer a imagem desse coração aonde estiver e a todos aqueles que carecerem de fé, necessitando do nosso auxílio, das nossas mãos por amor à Ele”.

 

 

ANIVERSÁRIO DOS PADRES

 

Na quarta-feira, dia 03 de junho, Padre Júlio Antônio de Castro celebrou junto com a comunidade a missa, em ocasião do seu aniversário. No final, antes da benção recebeu homenagem, bolo e os parabéns dos paroquianos. Emocionado, Padre Júlio Antônio de Castro agradeceu: “Infelizmente nesses tempos difíceis que vivemos, e estamos privados de estarmos juntos, abraçarmos, e, sobretudo de celebrarmos e comungarmos a vida.” Ainda durante os agradecimentos, ele lembrou das pessoas especiais que conquistamos em nossa vida. “Quem tem amigo, tem um tesouro, tem um presente, tem a vida. E hoje, eu agradeço a amizade de cada um de vocês que estão comigo e representam a paróquia”.

 

Já na sexta-feira, dia 12 de junho, um dia após a solenidade de Corpus Christi, foi a vez de Padre Moacir Chagas Tavares comemorar seu aniversário com a celebração eucarística junto da comunidade. Ele recebeu homenagem e os parabéns. Emocionado, Padre Moacir fez suas considerações finais: “Agradeço aos funcionários, amigos aqui presentes, paroquianos e paroquianas pela amizade e carinho que têm por mim e eu também tenho por vocês. Aquilo que eu sempre digo: rezem por mim que é o mais importante. Aos meus familiares que nos assistiram através das nossas redes sociais. Muito obrigado a todos!”

 

RETORNO DOS FIÉIS

 

Depois de quase 100 dias fechada, na sexta-feira, dia 26 de junho, durante a festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro que este ano foi celebrada na Paróquia São Cristóvão, os paroquianos voltaram a assistir as missas na Igreja. No começo da missa, Padre Moacir acolheu os fiéis que estavam na paróquia em número reduzido e lembrou que a matriz foi preparada com carinho seguindo as orientações da Secretaria Municipal de Saúde.

 

Na homilia, Padre Júlio nos recordou que “assim como Maria se colocou sempre à disposição, sejamos solícitos e abertos à vontade de vida e que ela nos proteja e nos guarde”. Ele ainda explicou o começo da festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro durante o século XIII.

 

A primeira missa dominical com os fiéis foi na Solenidade de São Pedro e São Paulo celebrada pelo Padre Moacir, no dia 28 de junho às 09h, em que expressou a alegria de tê-los na Igreja e de estarem reunidos e rezarmos juntos com nosso Senhor que partilha a Eucaristia que também deve ser feita em casa, em família e no trabalho. “A Igreja não se afasta de nós. Pedro e Paulo chamados as duas colunas da Igreja. Pedro recebeu de Jesus a responsabilidade de estar a frente da Igreja que nascia, é aquele que está à frente. Paulo, um grande perseguidor da Igreja, mas um dia ao perceber Jesus na sua vida, ele muda e transforma se tornando outro e convertendo”, falou durante a homilia.

 

Para participar das missas, tem que fazer a inscrição presencial na secretaria paroquial com o documento de identidade e assinar a declaração de responsabilidade. A idade permitida é de 10 a 60 anos. As missas acontecem aos domingos às 09h com transmissão pelo Facebook (https://www.facebook.com/saocristovao.div) e YouTube (https://www.youtube.com/c/ParóquiaSãoCristóvãoDivinópolis)  e também às 18h.

 

Por MATEUS TEIXEIRA

Notícias Relacionadas

24 mai 15
01 mai 17
28 mar 16
13 set 19

Parceiros