×

Paróquia Catedral Divino Espírito Santo

Paróquias

Nossa Senhora da Conceição é celebrada na Catedral Diocesana

sexta-feira, 09 de dezembro de 16 às 21:39 | Atualizado às 15:08
Nossa Senhora da Conceição é celebrada na Catedral Diocesana

No dia 8 de dezembro, antes de missa das 19 horas, fiéis e devotos marianos participaram da tradicional e  piedosa procissão  com a imagem de Nossa Senhora, pelos arredores  da Catedral. O pensamento afetuoso  dos fiéis nessa procissão, se evidenciou no resgate de  antigos cantos marianos e na recitação fervorosa  de Ave-Marias, fazendo, desse momento, um ato  de agradecimento e louvor à “Mãezinha do céu”.



O bispo diocesano, dom José Carlos, e o Cura da Catedral, padre Luiz Carlos, celebraram a Solenidade  da Imaculada Conceição de Nossa Senhora. O Bispo, em sua homilia, ressaltou que a  liturgia dessa solenidade é muito preciosa, porque remete à mãe de Jesus. Maria, que é a imagem da Igreja, seja ao pé da cruz, uma igreja capaz de sofrer  e acompanhar o seu Senhor sofredor,  seja na  no Apocalipse,  uma Igreja, como uma mulher vestida de sol  e que é chamada, todos os dias, a gerar, para  o mundo  sofrido, o seu filho Jesus como consolo e força.



Enfatizou que a  festa da Imaculada Conceição deve causar a lembrança de que o ser humano não foi criado para a mácula e para o pecado. O ser humano nasceu de Deus e para Deus, para viver de tal modo  que cresça e enriqueça na graça e não no pecado, pois   o pecado envergonha, causa medo e afasta de Deus.



Maria não teve pecado. Seu mérito está em, sendo ela, uma criatura humana, dotada de liberdade igual à de outras liberdades, liberdade humana profundamente tocada pela graça  e pela intimidade com Deus, foi capaz de  ser  de Deus, de dar-se a Deus, “eis a serva do senhor, faça-se em mim conforme a tua palavra”.  O pecado vem como decisão humana contra Deus.



Ser santo é uma questão de opção  Maria escolheu ser santa, escolheu  ser de Deus.  Todos podem fazer o mesmo caminho de santidade nesse tempo de Advento. Ser santo é ser como Maria,  é ser como Jesus  de acordo com na capacidade  de conversão de cada um.


Finalizou convidando  a todos a aprender com  Maria a progredir na altíssima vocação que é aquela de ser filhas e filhos de Deus. Ao final da Solenidade, crianças coroaram a imagem de Nossa Senhora.



Por Maria Teresa Fernandes

Notícias Relacionadas

08 nov 13
16 mai 18
27 ago 13
19 dez 17

Parceiros