×

Paróquia Catedral Divino Espírito Santo

Paróquias

Catedral: exultantes no Senhor ressuscitado

segunda-feira, 28 de março de 16 às 17:05 | Atualizado às 10:52
Catedral: exultantes no Senhor ressuscitado

O bispo diocesano, o pároco e fiéis se reuniram, na porta da Catedral,  para a bênção do fogo novo, iniciando a Vigília Pascal.



Após a preparação do círio pascal, ele foi aceso  e conduzido ao interior da Catedral, às escuras.  Aos poucos, as velas da   assembléia iam sendo acesas pela  Luz de Cristo!  Com a Catedral totalmente  iluminada, cantou-se a Proclamação da Páscoa.



Após a longa liturgia da palavra, relatando as grandes maravilhas que Deus realizou ao longo da historia da humanidade, dom José iniciou a sua homilia dizendo que na Vigília Pascal, especialmente,  se é convidado para “olhar e ver o túmulo vazio” e se perguntar: O que aconteceu com Jesus, Onde Ele está?



O Senhor Jesus não está no túmulo. Nesta constatação, a fé, a capacidade de crer,  estimulam a encontrar uma resposta. Uma resposta escondida em Deus e no seu Amor. Jesus não poderia ter ficado na morte. O amor de Deus é a resposta para o que aconteceu a Jesus. A ressurreição é o resultado do amor do Pai sobre o Filho.



Algo novo se pôs sobre Jesus. Sua ausência era a expressão de uma nova forma de presença. Presença nova. Algo novo,  tornava Jesus capaz de entrar e sair com as portas fechadas, capaz de aparecer junto a dois que caminhavam sem ser reconhecido por eles e capaz de ser reconhecido na fração do pão e desaparecer. Capaz de estar presente naqueles que conduzem o rebanho que é Seu. Capaz de sustentar a fé, até a morte, naqueles que acreditam nele. Lembrou que, “quem crê sem amar, nunca vai entender Deus”.



Hoje, há quem viva e quem morra por causa de Jesus, há quem dá a vida sem temer a morte, por causa de Jesus, porque sabe o que vai encontrar depois da morte.



O Senhor Jesus ressuscitou. Ressuscitou e vive junto da Igreja, nos sacramentos que são sinais de presença nova.



Finalizou desejando que Jesus se manifeste na vida de todos, os colocando de pé nas experiências cotidianas, e os ajude a olhar para o futuro esperando o dia de vê-lo face a face, pois a ressurreição é o resultado do Amor do Pai. Aleluia!

 

Por Maria Teresa Fernandes

Notícias Relacionadas

28 abr 17
15 set 17
01 jun 20
02 fev 16

Parceiros