×

Capela de São Cristóvão

sexta-feira, 08 de agosto de 14 às 16:30 | Atualizado às
Capela de São Cristóvão

Capela de São Cristóvão

Bairro São Cristóvão

 

No princípio existia um terreno que se transformou no loteamento de um novo bairro em nossa cidade. O responsável, Sr. Elias, denominou-o de São Cristóvão, que logo foi recebendo pessoas, constituindo mais uma Comunidade.  A Senhora Rosa Alves de Lima, ou D. Rosinha conforme a chamam, membro da Legião de Maria, teve a iniciativa de ir ao Bairro São Cristóvão para catequizar as crianças: as aulas eram ministradas debaixo de árvores. O saudoso Cônego Gabriel Hugo da Costa Bittencourt, também ia ao bairro São Cristóvão para celebrar missas, ora debaixo das mesmas árvores onde se reuniam as crianças para aprenderem o catecismo, ora em residências mais próximas ao local onde, hoje, existe a Igreja.
A Comunidade se mobilizava para festejar todas as datas litúrgicas e comemorar os santos, principalmente, Santa Rita de Cássia, venerada no dia 22 de maio e São Cristóvão, solenizado no dia 25 de julho.
Numa das comemorações ao dia de São Cristóvão, D. Rosinha fez-lhe a bandeira, e foi escolhido um motorista da cidade, o Sr. Vicente, que reside no Bairro Nossa Senhora das Graças, para recebê-la  em sua residência. Essa consideração ao motorista incentivou a outros condutores de veículos a se interessarem pelo bairro. A necessidade de construção da Igreja era grande. Voluntários fizeram muitas visitas aos comerciantes da cidade, solicitando-lhes ajuda. Para constituírem fundos, promoveram festas em que se arrecadam os valores que, bem empregados, contribuíram para que o templo se erigisse. Construiu-se, primeiramente, um salão, onde por muitos anos foram celebradas missas, posteriormente, edificou-se a Igreja de São Cristóvão. A festa de São Cristóvão sempre se realizou em nossa cidade, mas na antiga Matriz de Nossa Senhora da Piedade. Na época, a procissão saía da Comunidade de Antunes, dirigindo-se até à Matriz. Por alguns anos, mesmo a Igreja já tendo sido construída, a comemoração a São Cristóvão continuou acontecendo na Matriz, que foi elevada à categoria de Santuário Diocesano, em 08 de dezembro de 1988. Somente em 06 de agosto de 1989, houve a primeira procissão, partindo da Igreja de São Cristóvão e percorrendo algumas ruas da cidade, como até hoje acontece, tornando-se tradicional em nossa cidade.  Em maio de 2003, coma expansão dos movimentos e com o grande número de fiéis presentes às celebrações, foi necessário reativar o Conselho Pastoral da Comunidade. Várias pessoas reuniram-se com o então Seminarista Edmar Antônio de Sousa e o Diácono Adriano José de Oliveira, formando uma Comissão Pastoral. Essa primeira reunião visou à escolha de pessoas da Comunidade para ficarem responsáveis pelas finanças da Comunidade, e posteriormente, a formação de um Conselho Pastoral, com presença de representantes de todos os movimentos existentes na Comunidade.
Em setembro de 2004, já formado o Conselho Pastoral, todos os membros presentes concordaram com a ampliação da Igreja, uma vez que já estava pequena para comportar as pessoas. Pensou-se em fazer, no espaço de que dispunham, uma Capela para o Santíssimo, presbitério e sacristia nova e outra construções, no pátio externo, essas para utilização nos eventos a serem realizados. E em fevereiro de 2006, tornou-se realidade o que se planejou em setembro de 2004. Atualmente a Igreja se encontra em processo de acabamento das obras de reforma e ampliação; por isso conta com a ajuda de todos da Comunidade e da cidade para que sejam concluídas. Nessa Igreja há muitas demonstrações de fé e devoção. Está sob a proteção de Deus e do glorioso São Cristovão que, certamente ajuda a todas as pessoas da Comunidade, em seu trajeto, transportando-as até as margens onde existem habitantes necessitados de evangelização.
De seu altar cuja imagem lembra a razão de seu nome, São Cristóvão vela pelos motoristas e pro todos que dele recebem a boa vontade de proteção também nas incertas estradas da vida.

 

 

Notícias Relacionadas

25 jun 13
07 jul 15
21 mai 13
25 jun 13

Parceiros