×

Capela de São Vicente de Paulo e Santa Terezinha do Menino Jesus

quinta-feira, 03 de outubro de 13 às 16:46 | Atualizado às 12:16
Capela de São Vicente de Paulo e Santa Terezinha do Menino Jesus

Capela de São Vicente de Paulo e Santa Terezinha do Menino Jesus

Bairro Universitário

 

 

 

 

Comunidade de São Vicente de Paulo surgiu de um grupo de reflexão fundado, em meados de 1976, pelo Sr. Elpidio Teixeira Malta, já falecido. Esse grupo se reunia, uma vez por semana, nas casas dos moradores do bairro. O Sr. Eplídio visitava casa por casa, convidando a todos para participarem do grupo coordenado por ele. Desta maneira, a Boa-Nova foi se expandindo no bairro que acabava de surgir.


Em 1989, Pe. Luis Carlos Amorim, então pároco de Sant’Ana, decidiu celebrar, na Comunidade, a Santa Missa uma vez por mês. As celebrações aconteciam na casa dos moradores do bairro.
Alguns anos depois, em 1993, já no paroquiato do Pe. Amarildo José de Melo foi escolhido o padroeiro da Comunidade e criado o 1º. Conselho Pastoral. Em setembro do mesmo ano, foi celebrada a 1ª Festa do Padroeiro: São Vicente de Paulo. Um salão foi alugado e, uma vez por mês, celebra-se ali a Santa Missa. E em 2001, a Comunidade ganhou mais um padroeiro: Santa Terezinha do Menino Jesus. No dia 22 de setembro, desse mesmo ano iniciou-se uma novena de preparação para a festa dos padroeiros, a qual ocorreu no dia 1º. de outubro. São Vicente, o primeiro padroeiro da Comunidade, foi festejado no seu dia 27 de setembro com uma bonita Celebração Eucarística, presidida pelo pároco Pe. Amarildo. E, no dia 1º. de outubro, dia de Santa Teresinha, foi uma festa maior: com procissão, missa solene, barraquinhas.


Num dos dias da novena, Pe. Amarildo deu à Comunidade a feliz notícia: todas as semanas lá seria celebrada uma missa, aos sábados, às 18 horas.


E, assim, a semente da Comunidade, o grupo de reflexão, fundado pelo Sr. Elpídio, continuou crescendo e dando frutos de trabalho e de amor para o Reino de Deus. Depois de muita luta, a Comunidade conseguiu adquirir um lote, na Rua Idalina Dorans, para se construir a Igreja.


Porém, em 2005, a família de Djalma Ribeiro, por intermédio de um dos seus filhos, o Dival, doou dois lotes juntos, localizados na Av. Brasília, para a construção definitiva da Igreja. O lote anterior foi vendido, e com o dinheiro se iniciou a construção da Igreja. Brevemente, todos poderão participar das celebrações num bonito templo construído em honra dos dois grandes padroeiros: São Vicente de Paulo e Santa Terezinha do Menino Jesus.

Notícias Relacionadas

08 ago 14
20 mar 14
25 set 14
17 set 14

Parceiros