×

Capela de Santo Expedito

segunda-feira, 19 de agosto de 13 às 14:52 | Atualizado às
Capela de Santo Expedito

Capela de Santo Expedito 

Pinheiros

 

 

Na região de Pinheiros havia um grupo escolar nos anos 80. A professora convidou Pe. Bento, de Itapecerica para celebrar a 1ª missa na comunidade. Depois disso foi celebrado vários cultos pelo Sr. Antônio Noca e Antônio Coelho, nesse intervalo houve a 2ª missa de formatura da 4ª série e várias outras missas.

 


No ano de 2001 a escola foi fechada e abandonada, passado algum tempo tinha muitos adolescentes precisando fazer a 1ª eucaristia. Foi aí que a moradora Rosângela da Trindade Faria enfrentou o grupo abandonado e deu curso de Catecismo e houve uma linda missa de 1ª eucaristia. Aí uma outra moradora da região, Dulce Maria Lopes teve a idéia de transformar o grupo em Capela. Começou a lutar e pedir ajuda aos moradores, que fizeram um abaixo-assinado para ganhar, da prefeitura, o grupo (patrimônio), deu certo.

 


Dulce e seu marido batalharam muito, pediu ajuda para montar as primeiras coisas, imagens, objetos, etc.. Foi celebrada a primeira missa pelo Pe. Welbert de Oliveira, na capela ainda improvisada, no dia 16 de março de 2003, às 14h00. Nesse dia foi escolhido, por votação, o padroeiro Santo Expedito.

 


A segunda missa foi celebrada no dia 15 de junho de 2003, nessa missa tivemos a participação do coral de Camacho, até que formasse um em nossa comunidade. Nesse intervalo a capela recebeu doação de bancos, vindos da Capela da comunidade de Santo Antônio de Curral – município de Camacho.

 


No dia 22 de junho de 2003 foi a chegada da Imagem do Padroeiro Santo Expedito,  doação feita por Edson Faria Leão Júnior (Edinho). À chegada foi uma procissão e depois animação como som do Sr. José Ponte, com a presença do Prefeito e sua esposa, a comunidade de Pinheiros e outras comunidades vizinhas.

 


Nesse período a missa foi celebrada de três em três meses. Nesse intervalo houve entregas de folias, novenas, terços, cultos.

 


No final do ano de 2003, Pe. Welbert nos deixou e veio o Pe. Robson José da Silva, que continuou com muita paciência a luta em arrumar a Capela e quis celebrar a missa todo mês, que melhorou muito.

 


Mas Pe. Robson achou difícil para a Dulce coordenar sozinha e organizou o Conselho Pastoral, sendo o tesoureiro Darci Antônio de Faria com sua esposa; Coordenadora e Secretária Dirvane Rosa Faria Trindade e um coral do lugar.

 


 

Notícias Relacionadas

05 set 14
23 jan 14
27 ago 13
27 jun 13

Parceiros