×

Capela de Nossa Senhora das Graças

quinta-feira, 19 de setembro de 13 às 15:52 | Atualizado às
Capela de Nossa Senhora das Graças

Capela de Nossa Senhora das Graças

Bairro Nossa Senhora das Graças

 

 

Com a criação da paróquia São Francisco, a Comunidade Nossa Senhora das Graças passou a pertencer à nova paróquia, onde já atuavam os padres franciscanos prestando ajuda pastoral ao pároco da Paróquia Nossa Senhora da Piedade.


A Comunidade Nossa Senhora das Graças, única Comunidade urbana da Paróquia São Francisco, é formada pelos moradores do bairro com o mesmo nome, um dos mais antigos da cidade e bastante populoso. Seu povo sabe cultivar com carinho suas tradições culturais e religiosas e um grande amor à Igreja Nossa Senhora das Graças que eles mesmos construíram e cuidam como verdadeira relíquia. Sua religiosidade de cunho mariano é marcada por grande devoção à Nossa Senhora das Graças. A Igreja da Comunidade é o templo mais antigo da cidade com estilo eclético, “suavemente compacto com modesta alusão Neo-Gótica...”. No dia 14 de setembro de 1947, foi celebrada, pelo padre José Viegas, uma missa campal, por ocasião do lançamento da pedra fundamental da Igreja e foi edificada sob a responsabilidade do mestre de obras e grande construtor Job Viegas Vianaa, entre os anos de 1948 a 1958. Destacamos os nomes de algumas pessoas que contribuíram de modo especial na construção desta Igreja: José Odorico Aguiar, Amadeu Lopes Flores, Antônio Jacinto da Silva, Nhonhô Pereira e ainda a doação do sino pelo então Governador do Estado de Minas Gerais, Milton Campos e do relógio da torre pelo senhor João Maria Ferreira em 17/03/1989.


A Comunidade tem a grande honra de ter podido acolher o Pe. Liberio e dele cuidar por mais de vinte anos até seu falecimento em 1980. Seu corpo foi velado por algumas horas na Igreja Nossa Senhora das Graças e depois conduzido para a cidade de Leandro Ferreira onde foi sepultado. Padre Libério celebrava na Igreja todos os dias às quinze horas e depois em sua residência à Rua Maestro Espíndola, 363. Todos estes fatos contribuíram para que a Comunidade se tornasse muito identificada com valores religiosos e culturais próprios. Na história da Igreja atuaram zeladoras que também cuidaram da mesma com muita dedicação: Dª. Maria dos Anjos, Dª. Maria Evarista e atualmente Alice Terezinha como mais de trinta anos de serviço voluntário. A Igreja foi tombada pelo Conselho Deliberativo Municipal do Patrimônio Cultural, pelo Decreto nº. 3.535, em 05 de abril de 2003.


Com ajuda financeira da Comunidade, doações, rifas, bingos, a Igreja, recebeu nova pintura e no momento está havendo mudanças no presbitério. A Comunidade possui um grande galpão, onde são realizados almoços comunitários, confraternização das pastorais e uma unidade do SALEM, que funciona como centro de reuniões, formação e catequese.


Este é o histórico da Paróquia São Francisco que em 10 de Abril de 2006, completou 40 anos sob os cuidados dos padres Franciscanos e 47 de sua criação em Mario de 2009. Os párocos e vigários paroquiais franciscanos e diocesanos que por aqui passaram deixaram saudades pelo carinho, respeito, energia e responsabilidade com que exerceram seus ministérios e pelas muitas obras realizadas.

Notícias Relacionadas

01 ago 14
21 mai 13
18 jun 13
18 jun 13

Parceiros