×

Capela Santos Reis

sexta-feira, 10 de maio de 13 às 13:38 | Atualizado às 13:47
Capela Santos Reis

Capela Santos Reis

Bairro Alto Alegre

 

 O Sr. Antônio Luís de Andrade; conhecido por todos como Antônio Patrocínio - do Patrocínio (nome de seu pai, da Comunidade de Taquara); tinha um sonho de construir uma capela dedicada aos Santos Reis. A Esposa do Sr. Antônio - Dona Neném - foi a primeira pessoa a saber desse sonho. “Um dia o Antônio levantou bem cedo e me disse que tivera um sonho, uma luz de fazer uma capelinha dedicada aos Santos Reis”. O sonho começou a se realizar quando procurou o Sr. Severino que doou o terreno para a tal construção. O “Severo do Bejo” não pensava, em lotear a área, onde hoje é o Bairro Alto Alegre. O Pe. Carlos e, sobretudo, Pe. Gil foram procurados e deram apoio, diretrizes pastorais e espirituais. O terreno foi doado e registrado em nome da Mitra Diocesana de Divinópolis - Paróquia de São Bento. Doação feita por escritura pública, no dia 26.06.1978.


O povo não acreditava que isso fosse possível. Mas com a ajuda de muitos e pelas amizades, não só do Bairro N.S. das graças, o Sr. Antônio realizou o seu sonho. Enfeitaram o morro, com bambus e bananeiras, celebraram a Santa Missa e levantaram o cruzeiro. Tudo começou ao pé da cruz. Depois foi construída a primeira capelinha. Cada pessoa dava tijolos, cimento, areia, pedras, adjutório de pedreiro e servente, carro de boi de vez em quando. O pessoas arrastavam terra no coro de boi. No início levavam água nos tambores. O Sr. Antônio tinha uma carroça e emprestava. Pouco depois, o Sr. Antônio e O Severo conseguiram um carneiro e mangueiras para jogar água no alto do morro. Davam água para o povo, não era só para construir a igreja. O Bairro começava a crescer. Depois de construída a capela, fizeram o loteamento, na Administração do Sr. Teodoro Afonso de Resende (o Samambaia).


A primeira igreja construída era pequena (a área onde é o altar, onde fica o sacrário e o presépio da igreja atual. Pode-se dizer que foi construído um oratório ou capela pouco maior do que um dos passinhos da Semana Santa em Itapecerica).


O Sr. Antônio e Pe. Gil Antônio Moreira (hoje Dom Gil ) organizaram os Festivais de Folia de Reis. Chegaram a participar até 15 Folias. O Sr. Antônio estava com saúde e tinha muitos Embaixadores amigos.(o Embaixador é o responsável pela Folia. Ele canta e os outros tocam e respondem). Vinham de Formiga, de Candeias, do Camacho, das Comunidades Rurais. À medida que a saúde do Sr. Antônio ficou debilitada, os Festivais foram também enfraquecendo. Hoje eles já não existem mais! No dia da Festa, em 06 de janeiro, algumas Folias ainda se apresentam.


 

Notícias Relacionadas

25 jun 13
16 jul 13
18 jun 13
07 mai 13

Parceiros