×

Conteúdo

Três perspectivas para se compreender a parábola do Joio e do Trigo (Evangelho do 16º Domingo do Tempo Comum)

sexta-feira, 17 de julho de 20 às 15:52

No juízo final, o bem vencerá definitivamente o mal. Na vinda gloriosa de Jesus, o Filho do Homem, os anjos ceifarão e separarão os justos dos injustos, os bons dos maus, o trigo do joio. No décimo sexto domingo comum, a liturgia proclama Mt 13,24-43, a parábola do joio e do trigo, acompanhada de sua explicação. O vídeo propõe três (ou quatro) perspectivas para uma boa interpretação da parábola: o campo pode ser: 1) o povo de Israel; 2) a comunidade cristã; 3) o mundo inteiro; 4) cada pessoa em sua individualidade. Aqui se apresenta, também, um detalhe: a etimologia da palavra cizânia! Chama a atenção para o acento e tom escatológico e parenético da parábola exclusivamente mateana.

 

CLIQUE AQUI E SE INSCREVA NO CANAL DO PADRE JOÃO BATISTA.

 

Notícias Relacionadas

07 dez 15
09 mai 16
21 jun 19
08 jan 18

Parceiros