×

Conteúdo

Recomendações do Bispo: Somos a Igreja de Good News e não de Fake News

Num tempo de comunicação rápida, sofisticada e universalizada (já que cada um tem e usa seu celular, e até mais de um!), uma notícia, uma foto, um comentário, um post correm velozes e sem direção, atingem milhares de pessoas e chegam como um suposto dado “real” e “crível” para uma multidão sem nome e sem critérios objetivos para discernir a verdade. Por isso, muito cuidado com as notícias falsas (fake news), as fontes não confiáveis, os “donos” onipotentes da verdade (ego sum veritas! Eu sou a verdade!), os disputadores de seguidores virtuais (e que ganham nesta “profissão”). Não esparramem notícias de fontes duvidosas ou desconhecidas! Fazer isto é prestar um desserviço à verdade! “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (Jo 8,32), disse Jesus! E “a verdade se impõe pela sua própria força, que penetra nos espíritos de modo ao mesmo tempo suave e forte” (Dignatatis humanae 1, do Vaticano II). “Fake news” são “bad news”, e somos a Igreja de “good news”, do Evangelho de Cristo, a Boa Notícia do Pai! - Dom José Carlos.

Notícias Relacionadas

19 jul 18
03 abr 19
04 mar 20
20 mar 18

Parceiros