×

Conteúdo

Papa nomeia bispo para Cruz Alta (RS) e Rio do Sul (SC)

quarta-feira, 17 de dezembro de 14 às 11:18

Ao acolher o pedido de renúncia apresentado por dom Augustinho Petry, conforme previsto no Código de Direto Canônico, o papa Francisco nomeou, hoje, 17, padre Onécimo Alberton (foto à esquerda) como bispo da diocese de Rio do Sul (SC). Até a nomeação, padre Onécimo ocupava a função de pároco da paróquia São Paulo Apóstolo, em Criciúma (SC).

O Papa Francisco também nomeou, hoje, padre Adelar Baruff (foto à direita) como bispo da diocese de Cruz Alta (RS). Atualmente, ele ocupa a função de vigário da paróquia Santo Antônio, em Bento Gonçalves, na diocese de Caxias do Sul.

 

 

Padre Onécimo

 

Padre Onécimo nasceu em 16 de fevereiro de 1965, em  Orleans. Aos 11 anos, já cursava o ensino fundamental no Seminário São José, da Congregação dos Josefinos de São Leonardo de Murialdo, em Orleans. Após cursar a Filosofia e Teologia, foi ordenado sacerdote em 27 de setembro de 1992, para a diocese de Tubarão (SC). Na vida presbiteral, exerceu atividade como pároco de Cocal do Sul, de 1993 a 2001, e reitor do Seminário Teológico Bom Pastor, em Florianópolis (SC), no período de 2002 a 2011.

Padre Onécimo possui mestrado pelo Pontifício Instituto de Espiritualidade, de Roma, e pós-graduação em Psicopedagogia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, de Viamão (RS). Também foi aluno do Colégio Pio Brasileiro, em Roma.

Até a data da nomeação, padre Onécimo estava como pároco da paróquia São Paulo Apóstolo, presidente da Cáritas diocesana e coordenador da Pastoral Presbiteral da diocese de Criciúma (SC).

 

 

Padre Adelar Baruff

 

Natural de Coronel Pilar, nasceu em 19 de outubro de 1969. Ingressou no seminário aos 15 anos. Possui formação em Filosofia e Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Recebeu a ordenação presbiteral em 22 de janeiro de 1995. É mestre em Teologia e especialista em Espiritualidade pela Pontifícia Faculdade Teológica Teresianum, em Roma.

Em sua trajetória, padre Adelar dedica-se à formação sacerdotal há 15 anos. Atuou no Seminário Nossa Senhora Aparecida, em Caxias do Sul, onde permaneceu por oito anos. Foi reitor do Curso Propedêutico e auxiliar no Santuário Diocesano de Nossa Senhora do Caravaggio, em Farroupilha, por três anos. Também exerceu a mesma função, no Seminário Maior São José, em Caxias, durante quatro anos.

Até a data da nomeação, padre Adelar ocupava o cargo de coordenação do regional do Curso de Teologia e Bíblia, em Bento Gonçalves, e de assessor do curso de Teologia para Leigos da diocese.

Notícias Relacionadas

20 ago 15
27 jul 16
31 dez 18
13 mai 17

Parceiros