×

Conteúdo

Faça download do livro da Campanha da Fraternidade 2021

quarta-feira, 10 de março de 21 às 01:00

Clique aqui e faça download do livro da Campanha da Fraternidade 2021

 

O primeiro desejo do Ressuscitado aos discípulos que, amedrontados, encontravam-se reunidos no Cenáculo, foi “a paz esteja convosco!”. (Jo 20,19). De fato, a presença do Senhor é sinal da paz e da graça que só Deus é capaz de nos proporcionar. E como temos precisado desse Cristo-Paz nos últimos tempos! Acredito que, nas últimas décadas, a humanidade nunca precisou tanto dessa paz como agora. A pandemia da COVID-19 expôs a fragilidade das relações, a maneira de viver da sociedade atual e mostrou o quanto ainda temos de nos converter, pessoal e comunitariamente, rumo a Jesus Cristo e ao seu Evangelho, para vivenciarmos o Reino de Deus.

 

Neste cenário, a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, o CONIC (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil) e outras Igrejas e Associações convidadas, mais uma vez se unem para realizar a V Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE). Tendo como tema “FRATERNIDADE E DIÁLOGO: COMPROMISSO DE AMOR” e lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido fez uma unidade” (Ef 2,14a), a CFE 2021 quer ajudar os cristãos no caminho da conversão, a partir da graça de Deus, da vivência e do testemunho do Evangelho, a encontrar a paz própria dos lhos de Deus (cf. Mt 5,9). 

 

A Campanha da Fraternidade é realizada todos os anos na quaresma, ocasião de recolhimento e de meditação que nos convida à conversão. A CFE 2021 nos permite e nos favorece a isso, pois, com os encontros orantes e a Via-Sacra, somos convidados a rezar juntos e a buscar, pelo testemunho, a transformação do ambiente no qual estamos inseridos. Considerando essas peculiaridades, apresento o material preparado pela Equipe de Redação de subsídios da Diocese de Divinópolis - MG, que nos ajudará neste tempo favorável. 

 

atual momento, ainda com a pandemia, exige cuidados sanitários com os quais aprendemos a conviver nos últimos meses: higiene, máscaras, isolamento social... Se não pudermos reunir os grupos para oração comunitária, façamos deste roteiro nossa oração pessoal; rezemos também em família ou com amigos do trabalho. Utilizemos ainda das mídias sociais e dos diversos meios de comunicação para, unidos num “só coração e uma só alma” (At 4,32), vivenciarmos as palavras do Papa Francisco: “neste tempo de graves diculdades, a oração é ainda mais necessária para que a unidade prevaleça sobre os conitos. É urgente pôr de lado os particularismos a m de promover o bem comum, e para isso o nosso bom exemplo é fundamental: é essencial que os cristãos continuem o caminho rumo à unidade plena e visível” (Audiência 20/01/2021).

 

Que nossa oração seja sincera e nos leve à conversão, passando pela abertura do coração, acolhida do Espírito Santo e ação, transformada no testemunho vivo do Evangelho no meio da sociedade. A todos vocês desejo paz e vida em abundância. 

 

POR PADRE LÚCIO CAMARGOS

Notícias Relacionadas

22 jun 19
05 mai 15
10 abr 19
19 mai 14

Parceiros