×

Conteúdo

Encontro Provincial da Pastoral da Sobriedade é realizado em Divinópolis

quinta-feira, 10 de setembro de 15 às 07:10

Aconteceu, nos dias 29 e 30 de agosto, no Centro Diocesano de Pastoral, em Divinópolis, o Encontro Provincial da Pastoral da Sobriedade, com o objetivo de trocar experiências e estudar novas propostas de prevenção e recuperação quanto ao uso das drogas e também sendo momento oportuno de fortalecer a espiritualidade entre os agentes da pastoral.

 

Estiveram presentes agentes da Pastoral da Sobriedade vindos da Dioceses de Belo Horizonte, Luz, Divinópolis, Oliveira e Sete Lagoas, que formam a província. Também contou com as presenças da Coordenadora da regional leste II, Maria da Penha, do Assessor Eclesiástico da Pastoral da Sobriedade na Diocese de Divinópolis, Pe. Marcelo Francisco, e a Mirian Soares, coordenadora da pastoral diocesana da sobriedade, também da diocese de Divinópolis.


A palestra foi realizada pelo Psicólogo Luiz Renato (Belo Horizonte), ressaltando sobre a importância da prevenção quanto ao uso das drogas em tempos atuais, palestra esta pautada no manual de prevenção da Pastoral da Sobriedade, o qual foi elaborado pelos próprios agentes deste regional, fruto da caminhada e das experiências adquiridas ao longo do tempo.


Durante o encontro foi realizado uma análise do trabalho que está sendo desenvolvido em todo o território e em todas as paróquias das dioceses pertencentes à província, fazendo um estudo mais aprofundado sobre o trabalho dos agentes e as formas de atuação, tendo momentos de partilha e reflexão.


A Pastoral da sobriedade tem como missão  evangelizar, apresentando ao amor incondicional, gratuito e misericordioso de Deus, anunciando Jesus Cristo como parte central de todo trabalho desenvolvido, através do diálogo, e do testemunho, promovendo a dignidade da pessoa e da família, contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa e solidária.


Os trabalhos da Pastoral da Sobriedade são extensos, realizados, dia-a-dia, através da oração, e na prevenção, junto à população, ao uso de drogas, na Intervenção junto aos usuários, acompanhamento das famílias. As ações da pastoral perpassam, principalmente, na recuperação do dependente químico e posteriormente na reinserção familiar e social, ajudando o dependente a se reestruturar para enfrentar uma luta diária, manter-se sóbrio, longe do vício e, propiciando ao mesmo experimentar uma vida nova, uma rotina saudável e feliz, norteada pelos ensinamentos, atitudes e pensamentos de Cristo Jesus.

 

 

Por Marcelo Brito

Notícias Relacionadas

02 abr 18
02 ago 18
29 jan 20
12 jan 18

Parceiros