×

Devotos celebram Santo Antônio, em Pará de Minas

segunda-feira, 15 de junho de 15 às 14:38

Moradores do bairro Santos Dumont, em Pará de Minas, realizaram, no fim de semana, uma das maiores festas dedicadas a Santo Antônio, na cidade.

 

A programação religiosa vinha acontecendo há vários dias e terminou com uma multidão de pessoas. No sábado, à noite, houve procissão seguida de missa celebrada na igreja, que fica na parte baixa do bairro.

 

A missa especial contou com a participação do grupo musical  Antônio Carlos e banda, além do sanfoneiro Geraldo Caxangá e ainda com muitas crianças vestidas de frades, que fizeram a coroação do santo.

 

Durante a homilia, padre Geraldo Gabriel contou algumas histórias sobre a vida de Santo Antonio e, ao final da celebração, abençoou os pães.

 

Foi quando os devotos conduziram a bandeira de Santo Antônio até o mastro, que fica no Centro Pastoral.

 

Emocionado com a grande devoção manifestada pela comunidade, padre Gabriel falou conosco:

 

 

Após as celebrações religiosas foi aberta a quermesse, com uma praça de alimentação completa e música ao vivo. Os preparativos ficaram por conta de dezenas de voluntários que, como Silésia Rodrigues, têm grande prazer nisso:

 

 

A festa de Santo Antônio, no bairro Santos Dumont, prosseguiu ontem com outra celebração eucarística e uma deliciosa feijoada. Mas o santo casamenteiro também foi homenageado em outros bairros de Pará de Minas, entre eles o que leva seu nome e também no Dona Tunica, onde os moradores da rua Vereador Geraldo Marques se unem, há seis anos, para a reza de um terço, seguido do café comunitário. O encontro dos vizinhos começou por causa de uma história de sofrimento, envolvendo o senhor João Batista Fonseca, que vai completar 70 anos de idade no próximo dia 24. Ele sempre foi muito querido por todos e a descoberta de um tumor na perna direita, pegou todo mundo de surpresa. E é aí que entra a devoção. Segundo Seu João, semanas antes de sua cirurgia para retirar o nódulo, os vizinhos rezaram o terço pedindo a Santo Antônio que tudo transcorresse da melhor forma possível. Hoje, mesmo ainda com dificuldades para andar, Seu João lembra dos momentos difíceis e agradece, emocionado, ao santo que o ajudou.

 

 

 

E, como já virou tradição, a cada ano o terço reúne mais pessoas na rua Vereador Geraldo Marques. A presença dos vizinhos e dos amigos dos amigos deixa Seu João muito feliz:

 

Notícias Relacionadas

17 fev 14
24 fev 18
07 jul 20
30 mai 14

Parceiros