×

Conteúdo

Comunicação da Diocese de Divinópolis em constante formação

terça-feira, 22 de outubro de 19 às 11:45

Nos últimos dias, aconteceram dois encontros formativos sobre comunicação na Igreja: o Seminário de Comunicação da Arquidiocese do Rio de Janeiro e o Mutirão de Comunicação (MUTICOM) do Regional Leste 2, da CNBB.  Em ambos os eventos, a Diocese de Divinópolis se fez presente.

 

O Seminário de Comunicação foi realizado entre os dias 15 e 18 de outubro, no Centro de Estudos do Sumaré, no Rio de Janeiro/RJ.  Neste seminário, a Diocese foi representada seu assessor de comunicação, Túlio Veloso. Já, no Muticom do Regional Leste 2, da CNBB, realizado nos dias 18 e 19 de outubro, na PUC Minas, em Belo Horizonte/MG, a Diocese foi representada pelo Coordenador Diocesano da Pastoral da Comunicação, o Seminarista Luís Fernando, e pelos agentes Lucas Eduardo e Letícia Araújo.

 

SEMINÁRIO DE COMUNICAÇÃO

 

Promovido pela Arquidiocese do Rio de Janeiro, o Seminário reuniu representantes de 70 dioceses, institutos de vida consagrada e congregações religiosas de várias  partes do país, entre sacerdotes, consagrados e profissionais da área de comunicação.

 

Na cerimônia de abertura, os participantes foram acolhidos pelo arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, o vigário episcopal para a Comunicação Social e  Cultura, cônego Marcos William Bernardo e o coordenador do evento, padre Arnaldo Rodrigues.

 

 “A cada ano tem crescido o número de participantes, com representatividade de todas as regiões do Brasil, nas mais diversas realidades dos departamentos de   comunicação da Igreja. É isso que deixa o seminário mais rico porque temos a contribuição das pessoas com suas experiências, partilhas e testemunhos. De acordo com o tema, também convidamos conferencistas nacionais e internacionais, formados no mundo acadêmico, mas também com experiência na área da comunicação”, disse padre Arnaldo.

 

 

MUTICOM 

 

O evento esteve em sua segunda edição e aconteceu no Auditório da PUC Minas, reunindo os agentes da Pastoral da Comunicação, Assessores de Comunicação e Imprensa das (Arqui)Dioceses do Regional Leste 2, além de sacerdotes, estudantes de comunicação e membros de outras pastorais.

 

A mesa de abertura foi composta pelo Bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG), Dom Joaquim Giovani Mol, que também é presidente da Comissão  Episcopal Pastoral para a Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB); Dom Gil Antônio Moreira, Arcebispo de Juiz de Fora,  Bispo referencial para a Pascom no Regional Leste 2 da CNBB; Pe. Tiago Silva, assessor de comunicação para a Comissão Episcopal Pastoral da  Comunicação; Pe. Roberto Marcelino de Oliveira, secretário executivo do Regional Leste 2 da CNBB; Mozahir Salomão, secretário de Comunicação  Institucional da PUC Minas; Janaina Gonçalves, a coordenadora da Pastoral da Comunicação (Pascom) Regional Leste 2 da CNBB, que trouxeram a  tônica da comunicação, como oportunidade de compartilhar, estar a serviço e ir ao encontro do outro.


Convidada a assumir a coordenação da mesa de abertura do evento, por Dom Joaquim Mol, Janaina Gonçalves, saudou o participantes e falou da alegria  de ver o retorno nas dioceses e paróquias, que marcaram presença neste Muticom. 


“Preparamos muitas coisas boas para que os ‘pasconeiros’ possam incrementar a Pastoral da Comunicação. Este ano, trazemos a temática ‘Comunicação como estratégia para as Relações Humana’, lembrando a comunicação que propõe o Papa Francisco a cada um de nós. É muito bom esse encontro com vocês. Que possamos ir ao encontro dos outros”, disse a coordenadora.

 

Dom Gil Antônio Moreira lembrou o primeiro Muticom foi realizado há dois anos e também aconteceu na PUC Minas. Ele ressaltou que houve um grande crescimento na participação de agentes e dioceses no campo da Comunicação do Regional Leste 2, o que pôde ser confirmado com número ainda maior de comunicadores, nesta edição. “Agradeço por terem aceitado o convite e o tema desse Muticom é algo de grande significação. Não fazemos comunicação apenas por motivos humanos, mas por motivos de fé. Estamos aqui porque somos agentes de pastoral e membros de uma igreja. Portanto, a nossa presença aqui não é apenas técnica, mas uma presença de fé”, ressaltou o bispo referencial para a Pascom no Regional Leste 2, da CNBB.

 

Notícias Relacionadas

27 jun 17
11 abr 19
01 jun 17
03 dez 15

Parceiros