×

Conteúdo

Celebração do Corpus Christi reúne milhares de católicos, em Pará de Minas

sexta-feira, 05 de junho de 15 às 13:17

Foi belíssima a comemoração de Corpus Christi em Pará de Minas. A movimentação começou ontem pela manhã, por volta das seis horas, em frente à Câmara Municipal, na avenida Presidente Vargas.

 

Além do vai e vem de voluntários, havia muitas embalagens de tinta e giz, balões vermelhos e brancos e outros materiais geralmente utilizados nos tapetes criados no asfalto.

 

Uma das pistas da avenida ficou interditada o dia todo e o resultado foi uma decoração de encher os olhos, com muita serragem, flores e pintura.

 

Os trechos foram divididos de acordo com o número de paróquias da cidade. No setor da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, por exemplo, chamou atenção o alto número de jovens presentes para trabalhar, cerca de 50.

 

Essa participação surpreendeu até o coordenador litúrgico da paróquia, Paulo Roberto de Faria:

 

 

Adolescentes de outras paróquias também compareceram e trabalharam o dia todo na produção dos tapetes. O único pedaço que não recebeu pintura foi o da Paróquia Santo Antônio.

 

O espaço ficou coberto por um pano vermelho, fixado com fitas douradas, coberto com belos desenhos. Segundo os organizadores, a opção pelo uso do tecido se deve à facilidade de colocação e retirada, evitando sujeira na via pública.

 

Mas, apesar do sol, também existia a preocupação em relação à chuva, conforme explicou Angelita Calisto, da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora.

 

 

Os trabalhos chegaram ao fim por volta de 13h30. Duas horas depois os fiéis se reuniram em frente à Câmara Municipal, onde foi montado um pequeno palco, e padre Ydeci Ferreira passou a acompanhar a distribuição das bandeiras e orientar como seria a procissão.

 

 

A procissão não demorou muito a sair e durante o trajeto até o estacionamento da Matriz de São Francisco, Padre Geraldo Gabriel animou o público, entoando cânticos tradicionais da igreja católica.

 

Na chegada, centenas de pessoas esperavam no estacionamento e se juntaram aos fiéis, que acompanhavam a procissão.

 

Antes da celebração eucarística o anfitrião, que era o Padre Elisvaldo Camilo de Souza, deu a bênção do Satíssimo, empunhando o ostensório. Um dos mais emocionados com a celebração foi o Padre Antônio Paulo:

 

 

Era tanta gente que as pessoas se acomodavam como podiam, algumas até improvisando bancos nas pedras do imenso jardim da Escola Fernando Otávio. A presença maciça dos católicos impressionou muito o Padre Charley Marcelino da Silva, que chegou à cidade há pouco tempo:

 

 

A celebração eucarística terminou por volta das 18h40 e, diferentemente do último ano, não houve show musical para o público. Em relação à paróquia anfitriã da festa de Corpus Christi em 2016, ainda não foi definido.

Notícias Relacionadas

24 mar 15
29 mar 19
16 set 17
18 ago 17

Parceiros