×

A Paróquia Nossa Senhora da Piedade, de Pará de Minas, lançou seu novo Brasão Paroquial

segunda-feira, 24 de junho de 19 às 07:00

Paróquia Nossa Senhora da Piedade, de Pará de Minas, lançou, nesta semana, seu novo Brasão Paroquial. Atualmente, a paróquia conta com os pastoreio do padre Charley Marcelino e do Padre Adriano Bolognani. 

 

Abaixo, você confere a explicação e significados do Brasão:


1) Espírito Santo - Lembra o Mistério da Encarnação - atrelado à figura de Maria. A imagem do Espírito Santo, em forma de pomba, faz alusão ao Sacramento da Crisma (cf. Lc 3,21-22). Também nos lembra o titular da Diocese de Divinópolis. Somos animados pela força do alto, amparados pelo Auxiliador, o Paráclito.

 

2) O M formado por duas pessoas faz referência à Nossa Senhora, Maria Santíssima - nossa Padroeira(cf. Lc 1, 27). Essas pessoas nos lembram Maria e Isabel. Depois da anunciação, Maria foi apressada à casa de sua prima, a fim de servi-la (cf. Lc 1, 39-45). Servimos a Deus, servindo-o nos irmãos e irmãs, principalmente os mais marginalizados e excluídos. Somos unidos pela força dos Sacramentos da Iniciação Cristã: Batismo, Eucaristia e Crisma que nos levam à dinâmica de uma vida humano-cristã servidora. As duas pessoas estão com vestes brancas e simbolizam as que lavaram e alvejaram as vestes no sangue do Cordeiro (cf. Ap 7, 9). Expressam a comunhão e a unidade trinitária. 

 

3) O Alfa e o Ômega fazem referência a Cristo, o Princípio e o fim - Verbo encarnado (cf. Ap 22,13). Maria gesta a Palavra do Pai pela ação do Espírito Santo (cf. Lc 1,35). 

 

4) Os peixes nos lembram as figuras expressas nas paredes do Santuário. Fazem referência à humanidade unida a Jesus, aos cristãos. Estes se tornam filhos e filhas de Deus em Cristo, o Filho Unigênito (cf. Jo 21,11), e, por extensão, se tornam filhos e filhas de Maria, assumindo-a com amor filial (cf. Jo 19, 26-27)

 

5) Vemos o altar em forma de barca, que diz da Igreja na sua Missão de evangelizar e pescar homens e mulheres para Deus (cf. Lc 5,10 e Mt 16,18-19).

 

6) O cálice diz da Eucaristia, fonte e ápice da vida cristã. É sustento e remédio para nossa caminhada, enquanto marchamos para a Pátria Celeste (cf. 1Cor 11,26 e Jo 6,51).

 

7) A vela diz do Batismo. Por ele, a Igreja gesta novos filhos em Cristo (cf. At 2,38-39; Mt 28,19-20 e Gl 3,27-28). A comunidade eclesial, que tem Maria como figura, é geradora de nova vida. 

 

8) As 12 estrelas fazem referência aos doze apóstolos (cf. Ap 21,14). Somos uma Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica. Também nos lembra a Mulher do Apocalipse coroada com 12 estrelas, que acena para a Igreja e ao mesmo tempo para Maria (cf. Ap 12,1). 

 

9) As cores: 
Vermelho - diz do fogo abrasador do Santo Espírito (cf. At 2,3). Este aquece e ilumina a vida dos cristãos.
Azul - diz do Manto Mariano. Ele nos cobre com amor maternal e nos diz que Maria é Auxiliadora dos cristãos, enquanto caminhamos pelas estradas da vida rumo ao céu.
O vermelho e o azul também recordam o sangue e a água que jorraram do lado aberto de Jesus (cf. Jo 19,34). "Fez jorrar, com a água e o sangue, os sacramentos da Igreja, para que todos, atraídos ao seu coração, pudessem beber, com perene alegria, na fonte salvadora". 

 

10) "Vi amoris tui, ecclesiam in unitate custodi" – “Pela força da tua caridade, guarda a Igreja na unidade.” Esta frase em latim de autoria do Cônego Gabriel Hugo da Costa Bittencourt está esculpida na faixa da imagem de Nossa Senhora da Piedade, exposta no presbitério do Santuário dedicado a ela. 

 

11) A coroa manifesta a realeza e Senhorio de Jesus. É o Senhor, Rei do Universo (cf Mt 25, 31-46). Também aponta para Maria, coroada como Rainha do céu e da terra.

 

12) O brasão é um escudo, para a defesa da fé (cf. Ef 6,13-17). E a Cruz é a arma da Igreja que em Cristo vence as forças da morte.

 

Notícias Relacionadas

07 mai 18
07 abr 15
22 mar 17
29 set 14

Parceiros