×

Histórico da Paróquia de São Sebastião - Leandro Ferreira

Os primeiros habitantes da região onde hoje se localiza o município de Leandro Ferreira, foram os bandeirantes que, dirigindo-se para os sertões de Pitangui, ali deixaram-se ficar, sentindo que haviam condições de iniciar um povoamento.
Pelos registros, o primeiro morador foi Leandro Ferreira da Silva, um desbravador da região que erigiu, às margens do Ribeirão Areias, a primeira fazenda da região e que, com o passar do tempo, o povo denominou de “Moinho de Leandro Ferreira”. Este formou uma grande família, da qual existe ainda hoje grande número de descendentes.
Através do fundador, D. Izabel Ferreira da Silva recebeu uma área que foi doada a São Sebastião. O Capitão Domingos Rodrigues da Silveira, com provisão, instalou uma pequena Capela à entrada de sua residência.
A freguesia foi criada em 1822, por ato do Ministério da Guerra.
A Capela, filial de Pitangui, assim permaneceu, até que a população iniciou um movimento para a elevação à categoria paroquial. Satisfeitas as exigências, D. Cabral, por decreto de 31 de dezembro de 1945, criava a Paróquia, em honra a São Sebastião e, nomeava seu primeiro vigário, na pessoa de Padre Libério Rodrigues Moreira.


Assumindo, Padre Libério viu que a pequena Matriz, com mais de 70 anos, era insuficiente. Assim, até 1953, ele angariou fundos para a construção da nova Matriz e nesse ano entregou o trabalho para o construtor José de Paula Etelvino, a quem conhecia pelas obras realizadas em Bom Despacho, Martinho Campos e Pitangui. A construção venceu, principalmente pela fé e pela operosidade de Padre Libério, todas as dificuldades, até ser abençoada, por Dom Cristiano, em junho de 1959, para a ordenação do primeiro padre da então recém-instalada Diocese de Divinópolis, o Padre Antônio Romão dos Santos, ordenado em 05 de julho.


Durante vinte anos Padre Libério viveu nesta Paróquia, pregando e vivendo o evangelho de Jesus Cristo, fazendo amizades e trazendo, desde esta época, um grande número de romeiros. Após os 20 anos de paroquiato, Padre Libério retirou-se da Paróquia, em 09 de janeiro de 1966, indo para Pará de Minas, para tratar de sua saúde já abalada. D. Cristiano entregou a Paróquia aos cuidados dos Padres Carmelitas Descalços, residentes em Nova Serrana. Assumiu o Frei Anselmo Baltissen, o c d. O paroquiato de Frei Anselmo foi no período de 09.01.66 a 14.11.71. Em seguida assumiu o Padre Frei Ambrósio Heijnen, o c d no período de 24.01.72 a 04.05.74. Ele contou com dois cooperadores Padre Frei René Buchs, o c d (24.01.72 a 05.03.73) e Padre Frei Teodardo Mensink, o c d (05.03.73 a 04.05.74).


Tendo os carmelitas se retirado da Diocese, a Paróquia foi provida pela nomeação do Padre José Raimundo Batista Bechelaine, que paroquiou de de 04 de maio de 1974 a 30 de janeiro de 1978. Paroquiaram, em seguida, Padre Antonio Pontello, de fevereiro de 1978 a abril de 1980. Padre Lauro Geraldo Resende Pinto, de maio de 1980 a outubro de 1983 e, novamente, Frei Ambrósio Heijnen, o c d, por mais um período, novembro de 1983 a setembro de 1984. Padre Moacir Cândido Rodrigues assumiu em 1º de janeiro de 1985 e paroquiou até janeiro de 1991, dividindo o trabalho entre esta Paróquia e a Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, de Conceição do Pará. Em Fevereiro de 1991, Dom José Belvino concede provisão a Padre Heli Lourenço e este toma posse como novo vigário da Paróquia de São Sebastião de Leandro Ferreira e também este divide o trabalho entre a Paróquia de Leandro e de Conceição do Pará. Padre Heli permanece como administrador paroquial até  03 de abril de 1994 e, nesta mesma data, o Padre Hernani José Ferreira recebe provisão  de D. José Belvino para administrar a Paróquia, permanecendo até 03 de janeiro de 2004, também administrando as duas Paróquias, como os últimos. Em 10 de janeiro de 2004 toma posse o Padre Adelmo Sérgio Gomes, o atual pároco que, em janeiro de 2005, fixa residência em Leandro Ferreira, até então dividia seus trabalhos entre a Paróquia de São Sebastião, de Leandro Ferreira e a Paróquia de São Sebastião, de Nova Serrana.


O Trabalho dos párocos fez florescer na Paróquia as seguintes Pastorais e movimentos: Família, Liturgia, Vocacional, Catequética, Juventude, Rural, Vicentinos, Cursilhos (não existem mais), Apostolado da Oração, Pastoral da Criança.


O pároco conta com a ajuda do Conselho Pastoral Paroquial para administrar as pastorais que, por sua vez, conta com seus próprios coordenadores. O pároco conta também com o Conselho para Assuntos Econômicos e Administrativos.


Conta com quadro ministros extraordinários da palavra, um deles celebra exéquias, batismo e assiste aos matrimônios, quando o Padre não está na comunidade.  A Paróquia que ocupa os limites civis do município tem, na zona rural, as comunidades de Capelinha, Gentios e Moinhos e na zona urbana, apenas a Matriz.
Por ter sido a Paróquia que mais tempo dirigiu e, por decisão do Governo Diocesano, aqui está sepultado o corpo do virtuoso Pe. Libério, que já tem um processo de beatificação em andamento.

A Paróquia recebe, durante todo o ano, um grande número de romeiros que vêm visitar o túmulo do querido Padre, especialmente no dia 30 de junho quando em comemoração de seu aniversário natalício realiza, há 18 anos, a “Cavalgada ao Túmulo de Padre Libério”. Nesta ocasião, cavaleiros e amazonas, vindos das cidades vizinhas, se encontram na “Ponte da Amizade”, sobre o rio Lambari, divisa dos municípios de Leandro Ferreira e Bom Despacho e, em cavalgada e espírito de oração, se dirigem ao seu túmulo. Em seguida, participam da Santa Missa. No primeiro domingo seguinte ao 30 de junho, a Paróquia recebe um número ainda maior de romeiros que, vindos de todas as cidades da redondeza, se encontram a seis quilômetros da cidade de Leandro e recepcionadas pelos paroquianos se dirigem ao túmulo, cantando e rezando, animados pelo pároco. Isto acontece a 22 anos. É a “Caminhada da Fé”.
Padre Libério faleceu em 21 de dezembro de 1980, foi sepultado no dia seguinte, 22 de dezembro. Sobre seu túmulo, em outubro de 1981, foi erguida uma capelinha que, juntamente com a Matriz, construída por ele, é atração para os turistas devotos. Ali grande número de romeiros vem rezar, agradecer e pedir favores, pela intercessão do virtuoso sacerdote.    
No calendário de festividades:

  • Janeiro festa do padroeiro, o glorioso São Sebastião, com barraquinhas, shows, leilões de animais e prendas, além das festividades religiosas.
  • Mês de maio, coroação de Nossa Senhora, que é tradição na Paróquia.
  • Mês de Junho, as coroações do Sagrado Coração de Jesus, o aniversário natalício de Padre Libério e a Cavalgada.
  • Julho, no primeiro domingo, a Caminhada da Fé.
  • Outubro, no quarto domingo, o ápice da festa de Nossa Senhora do Rosário. Festa tradicional também, com os congados e guardas.
  • Dezembro, aniversário de morte e sepultamento de Padre Libério.

Além de todas as festividades e comemorações comuns a toda igreja católica.

A Matriz foi reformada em 2002 e, novamente, entregue à comunidade, pois durante o  período
de reforma, a igreja foi transferida para o Salão Paroquial.
A Matriz é motivo de orgulho para toda comunidade, pois além de ser uma das mais bonitas da região, acolheu o corpo de Padre Libério.

 

 

PRINCIPAIS DATAS E ACONTECIMENTOS NA VIDA DA PARÓQUIA

 

31-12-45  - CRIAÇÃO DA PARÓQUIA DE SÃO SEBASTIÃO EM LEANDRO FERREIRA.


31-12-45 – PADRE LIBÉRIO RODRIGUES MOREIRA ASSUME A PARÓQUIA COMO LEGÍTIMO PASTOR.


05-05-1953 – LANÇAMENTO DA PRIMEIRA PEDRA DA NOVA MATRIZ.


15-05-1953 – INÍCIO DOS TRABALHOS.


21-12-1959 – TÉRMINO DA MATRIZ

  • CELEBRAÇÃO DA 1ª MISSA NA MATRIZ
  • BÊNÇÃO SOLENE

 

04-01-1959 – PRIMEIRO CASAMENTO – RAIMUNDO JUSTINO JACINTO E CONCEIÇÃO TEIXEIRA DE FARIA.

 

16-07-1959 – PRIMEIRO BATIZADO – JÚNIA DE OLIVEIRA SOUZA.
 

26-07-1959 - BÊNÇÃO SOLENE DA IMAGEM DE SÃO SEBASTIÃO,  PADROEIRO DA PARÓQUIA.
JANEIRO DE 1966 – DOM CRISTIANO CONCEDE LICENÇA AO PADRE LIBÉRIO.

AGOSTO DE 1966- PADRE LIBÉRIO FIXA RESIDÊNCIA EM PARÁ DE MINAS.

 

1966 A 1971 – FREI ANSELMO BALTISSEN – O.C.D.
 

14-11-1971 – MORRE FREI ANSELMO.

  • “ AMIGOS, PARTI TÃO DE REPENTE. NÃO TIVE TEMPO PARA DESPEDIR-ME DE VOCÊS E AGRADECER TUDO QUE FIZERAM POR MIM. DEUS NÃO TEM RELÓGIO. ELE MESMO MARCA A HORA.”

 

1972 A 1974 – FREI AMBRÓSIO HERJNEM ASSUME A PARÓQUIA COMO COOPERADOR.
 

04-05-1974 A 1978 – PADRE JOSÉ RAIMUNDO BECHELAINE

  • CRIAÇÃO DO GRUPO DE JOVENS
  • CRIAÇÃO DA CATEQUESE
  • CONSELHO PAROQUIAL.
  • ELABOROU O ESTATUTO DO CONSELHO PAROQUIAL
  • INÍCIO DA CONSTRUÇÃO DO SALÃO PAROQUIAL.

 

24-02-1978 – PADRE ANTÔNIO ASSUME A PARÓQUIA.

 

1980 A 1983 – PADRE LAURO.

  • CONSTRUÇÃO DA CAPELA SOBRE O TÚMULO DO PADRE LIBÉRIO.

 

1985 A 1990 – PADRE MOACIR

  • MISSÕEZINHAS EM LEANDRO FERREIRA
  • IMPLANTAÇÃO DA PASTORAL DA FAMÍLIA. 
  • IMPLANTAÇÃO DA EQUIPE VOCACIONAL.
  • INSTALAÇÃO DE LINHA TELEFÔNICA NA PARÓQUIA.

 

1992 A 1993 – PADRE HELI LOURENÇO.

  • CRIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DE PADRE LIBÉRIO.

 

1994 A 2004 – PADRE HERNANI JOSÉ FERREIRA

  • REFORMA DA MATRIZ
  • REFORMA DO SÃLÃO PAROQUIAL
  • RESTAURAÇÃO DAS IMAGENS
  • INÍCIO DA REFORMA DA CASA DE REPOUSO PADRE LIBÉRIO.

 

2004- PADRE ADELMO

  • REFORMA DA CASA PAROQUIAL
  • COMPRA DE MOBILIÁRIO PARA A CASA PAROQUIAL
  • CONTINUAÇÃO DA REFORMA DA CASA DE REPOUSO PADRE LIBÉRIO.
  • CRIAÇÃO DA SECRETARIA PAROQUIAL
  • ORGANIZAÇÃO E LEGALIZAÇÃO DO PATRIMÔNIO DA PARÓQUIA.
  • AQUISIÇÃO DE UM VEÍCULO EXCLUSIVO PARA A PARÓQUIA.

 

ESTAMOS HOJE ESCREVENDO NOSSA HISTÓRIA, PARA QUE TAMBÉM, NA POSTERIDADE, TODOS A CONHEÇAM E PERCEBAM A GRANDEZA DE DEUS E O GLORIFIQUEM, POIS APESAR DE TODOS OS NOSSOS ERROS, IGNORÂNCIA E FALTA DE UNIDADE, A PARÓQUIA CONTINUA SUA MISSÃO. RENDEMOS GRAÇAS A DEUS E GRATIDÃO A TODOS QUE POR AQUI PASSARAM, AJUDARAM OU COLABORARAM PARA MANTER VIVA A FÉ EM NOSSO SENHOR JESUS CRISTO E A MEMÓRIA DE PADRE LIBÉRIO.

Parceiros