×

Conteúdo

Histórico da Paróquia de Nossa Senhora do Líbano - Carmo do Cajuru

Situado na região oeste do Estado de Minas Gerais, o Município de Carmo do Cajuru acolheu, desde o século XIX, vários imigrantes libaneses. Alguns deles foram: Amim Mattar, Nagib Mileib, Felipe Amim, Salma Mansur, Alfredo Mattar, Camilo Mileib, Moisés Bechelane, Massaud e Alfredo Rachid, Nagib Chalita. Os dois primeiros foram líderes na campanha pela emancipação municipal. Aqui se dedicaram ao comércio e à indústria. O crescimento da cidade exigiu a construção de uma igreja para os bairros Cidade Nova e Cidade Jardim, tendo a Sra. Neusa Lopes doado para isto um lote de terreno.

 

Em memória dos libaneses que viveram aqui e em todo o Estado de Minas, Pe. José Raimundo sugeriu ao Conselho Paroquial o título de São Maron ou de Nossa Senhora do Líbano, como padroeiro, tendo os conselheiros decidido pela segunda opção.

 

A primeira missa no rito maronita em Carmo do Cajuru e provavelmente em todo o Oeste de Minas foi celebrada na Matriz de Nossa Senhora do Carmo, pelo Pe. Michel Bitar e concelebrada pelos Padres José Raimundo Bechelaine e Francisco Cota, aos 31 de outubro de 1999. Participou do ato grande número de fiéis, entre eles grupos de descendentes de libaneses de Divinópolis, Itaúna, Cláudio, Itapecerica, Oliveira, Belo Horizonte e Carmo do Cajuru. Após a celebração, realizou-se um encontro deles com o Pe. Bitar, no salão paroquial.

 

No ano de 2000, construiu-se uma capelinha em honra de Nossa Senhora do Líbano, cujos alicerces foram abençoados por Dom Joseph Mahfouz, aos 07 de maio. Passou a ser rezada ali a missa semanal que era celebrada na Escola Municipal do bairro. Em 8 de dezembro de 2001, lançou-se a pedra fundamental da construção da Igreja de Nossa Senhora do Líbano. O belo projeto foi criado pelo arquiteto Luís Antônio Fontes, de Belo Horizonte. 3.2.3 Criação da paróquia Aos 29 de agosto de 2007, o Conselho Administrativo da Paróquia de Nossa Sra. do Carmo aprovou a proposta do Pe. Francisco Cota, no sentido de se criar a Paróquia de Nossa Senhora do Líbano. Fez-se o pedido ao bispo diocesano e ao Conselho Presbiteral, que aprovaram a solicitação.

 

A paróquia foi instalada aos 07 de dezembro do mesmo ano. Desde então, redobrou o entusiasmo da comunidade.

Parceiros