×

Conteúdo

Forania do Divino Espírito Santo promove a Semana da Reconciliação

quinta-feira, 27 de março de 14 às 07:00
Foto: Arquivo Missão Maria de Nazaré

Neste período da quaresma, os sacerdotes se empenham em auxiliar uns aos outros no atendimento de confissões em suas paróquias. A Forania do Divino Espírito Santo está buscando superar a experiência dos assim chamados de Mutirões. Desejamos proporcionar ao povo, uma verdadeira experiência de reconciliação. Procure viver essa semana como um todo, e não apenas o dia da confissão.


- A confissão individual se destina às pessoas que, por algum motivo, não tiveram condições de confessarem os pecados graves durante o ano. Não estão obrigadas a se confessarem as pessoas que comungam normalmente, pois tal fato supõe estarem em estado de graça e sem nenhum impedimento para fazerem a Páscoa.


- Os pecados veniais (leves) também são perdoados através do arrependimento sincero e do desejo real e firme de conversão, de mudança de vida (propósito). A prática de exercícios espirituais - caridade, misericórdia, orações, jejuns, sacrifícios e penitências - também atraem sobre o penitente a misericórdia e o perdão de Deus, libertando-os dos pecados veniais.

- Aos que desejarem a confissão individual é importante considerar que não se trata de conversa, orientação espiritual, aconselhamento.As pessoas que desejam conversar com um sacerdote para uma orientação ou direção espiritual devem procurá-lo no atendimento normal de sua paróquia, para que tenham o tempo, a tranquilidade e o lugar próprio para os atendimentos e diálogos frutuosos e benéficos. É importante que os paroquianos conheçam os horários de atendimento dos sacerdotes em suas paróquias para que, ao longo do ano, busquem o atendimento espiritual de que necessitam.

 

 

Programação

 

1ª Semana da Quaresma

Paróquia de São Judas Tadeu, em Divinópolis

Paróquia de Nossa Senhora da Guia, em Divinópolis

Paróquia de Nossa Senhora da Guia, em Divinópolis

Paróquia do Divino Espírito Santo (Catedral), em Divinópolis

 

 

2ª Semana da Quaresma

Paróquia de São José, em Divinópolis

Paróquia de Santo Antônio, em Divinópolis

Paróquia do Senhor Bom Jesus, em Divinópolis

 

 

3ª Semana da Quaresma

Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, em Divinópolis

Paróquia da Sagrada Família, em Divinópolis

Paróquia de Nossa Senhora do Carmo, em Carmo do Cajuru

Paróquia de São Gonçalo, em São Gonçalo do Pará

Paróquia de Nossa Senhora das Dores, em Divinópolis

 

 

4ª Semana da Quaresma

Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, em Divinópolis

Paróquia de Nossa Senhora do Líbano, em Carmo do Cajuru

Paróquia de Santo Antônio, em Santo Antônio dos Campos (Ermida)

Paróquia de São Vicente de Paulo, em Divinópolis

 

 

 

EXAME DE CONSCIÊNCIA 

Como fazer? Eis um esquema que pode ajudar.

 

 

“Amarás o Senhor, teu Deus, de todo coração”
Está meu coração voltado para Deus, a ponto de amá-lo sobre todas as coisas, cumprindo fielmente seus mandamentos?
Tenho professado sempre com coragem a fé em Deus e na igreja?
Tenho rezado? Tenho procurado alimentar minha fé?
Tenho honrado o dia do Senhor, participando sobretudo da Missa?
Tenho recorrido a formas de magia, espiritismo, macumba,...?

 

 

“Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei”
Tenho feito aos meus irmãos o que não desejo para mim mesmo?
Tenho defendido e promovido a vida, ou a tenho prejudicado?
- a vida dos que vão nascer, a vida dos doentes, a vida dos anciãos?
- a vida dos pobres, a vida dos marginalizados?
Tenho sido leal e verdadeiro? Tenho desmoralizado os outros com palavras falsas? Tenho odiado ou guardado rancor? Estou pronto para perdoar ou fazer as pazes?
Tenho roubado? Tenho prejudicado o próximo? Tenho desejado injustamente os bens alheios? Procuro reparar os danos?

 

 

“Sede perfeitos como vosso Pai celeste é perfeito”
Tenho vivido a esperança da vida eterna? Tenho observado o jejum?
Tenho reprimido os vícios: orgulho, inveja, gula, vaidade?
Tenho guardado a castidade? Tenho cedido a desejos e atos impuros?
Que uso tenho feito do tempo e dos dons recebidos de Deus?

 

 

Na família:
Tenho contribuído para o bem e a alegria da minha família?
- obedecendo, respeitando e ajudando aos meus pais?
- sendo fiel a meu esposo ouminha esposa, e compartilhando alegrias e tristezas?
- cuidando da educação dos filhos, dando-lhes bom exemplo?

 

 

Na sociedade:
Tenho participado na promoção da justiça? Tenho cumprido meus deveres cívicos? Respeito o meio-ambiente? Tomo como desculpa: “todos fazem assim”, para justificar a minha desonestidade?

Notícias Relacionadas

16 mar 15
01 mar 16
19 mar 18
28 mar 15

Parceiros