Página inicial São Geraldo Magela - Nova Serrana

Matriz de São Geraldo Magela

Matriz de São Geraldo Magela

Bairro Romeu Duarte

 


Nova Serrana é uma cidade que cresce de maneira assustadora. Assim, já em 1995, Padre Paulo Pereira percebeu que a paróquia São Sebastião ficou pequena para uma população de 35 mil habitantes e, portanto, iniciou uma nova comunidade no bairro Romeu Duarte. Havia uma quadra onde deveria ser feito uma praça e a igreja, terreno doado pela prefeitura.
A primeira reunião do conselho se realizou em 14 de março de 1995. Havia Missa no 1° e 3° domingo presidida, inicialmente, pelo Padre Paulinho; nos outros domingos acontecia a Celebração da Palavra; ambas aconteciam na Escola Procópio de Lacerda. Foi feita uma cruz de madeira pela comunidade, em seguida houve uma procissão da escola até o terreno onde será construída a igreja de São Geraldo. Nesse mesmo ano, aconteceu a primeira festa religiosa de São Geraldo.


Na reunião do conselho, no dia 03 de março de1996, foi decidido que faria uma igreja grande no bairro, porque a população iria aumentar rápido.


Em 24 de agosto de 1996, Padre Paulinho pediu para que se construísse um pequeno salão para a celebração das missas e guardar os objetos litúrgicos.


A comissão da construção da igreja era formada pelos seguintes membros: Adão, Gledson, Geraldo pedreiro, João Guedes, Geraldo da Lilimar, Bentinho e Francisco eletricista. O conselho administrativo foi representado pelo Rossé, Zezito, Padre Paulinho e José Vaz. Realizou-se, ainda, a bênção da pedra fundamental da nova igreja dedicada ao santo redentorista.


Em 1998 começaram as obras de terraplanagem com uma parceria com a prefeitura começaram a construção de um sonho: uma igreja tão grande, em forma de anjo.


Em 2000, o Padre Paulo Sérgio estava à frente da nossa paróquia e a construção continuou, com muitas doações e dias de trabalho voluntário para a casa de Deus. Foram feitos os primeiros alicerces, feito também o aterro para a 1° laje, construindo a parte debaixo da igreja, o centro Pastoral. Até as crianças estavam presentes na construção. Foram levantadas as paredes, junto foi erguida a base da torre com toda a engenharia da arquiteta Maria Cristina de Melo Aguiar.


Em março de 2001, foi celebrada a primeira semana santa, sendo os missionários: Regina Celis, Everaldo e o seminarista Ydecy. O sonho já vai sendo realidade, é construída a rampa para acesso a porta principal, fica pronta a parte debaixo da igreja, as janelas, e começam o reboque da parte interior e exterior.  Já contamos com a presença do Santíssimo Sacramento; coloca-se o piso na igreja.


Padre Adelmo chega a nossa comunidade em janeiro de 2004. Em março são comprados os bancos da igreja; em setembro coloca-se o piso no presbitério. Dia 08 de outubro chega o altar da igreja de São Geraldo Magela; nesse dia começa a novena de preparação para a grande festa, com a presença de toda comunidade.


Em 16 de outubro de 2004, em Missa presidida pelo então bispo diocesano, Dom José Belvino e concelebrada por vários padres, a comunidade se transforma em Matriz da nova Paróquia de São Geraldo Magela. Padre Paulo Sérgio é nomeado administrador paroquial; e Padre Juscelino Caixeta Campo, vigário paroquial, e diretamente responsável pela assistência às comunidades da paróquia.


Em dezembro de 2006, Padre Charley Marcelino Silva assume como administrador paroquial e o término da Igreja ganha novo fôlego: arruma-se o forro; novas caixas de som; o interior é pintado e o presbitério ganha acabamento.


Em janeiro de 2009, Padre Marcelo Luiz Caixeta é o novo administrador paroquial. A Igreja recebe pintura externa; é gradeada; ganha um novo sistema de som; inicia-se o calçamento ao redor; constrói-se a fonte batismal.


Nesse percurso histórico, vários leigos estiveram à frente animando e incentivando, pastoralmente, a comunidade. Vale registrar seus nomes: José Guedes; Dalva Coimbra; Adão Soares; Geraldo Magela e Lilimar Gontijo; Marta Gonçalves; Antônio de Pádua e Odair Ângelo. Hoje o conselho é formado assim: Jorcimar e Beatriz (coordenadores); Gilson da Silva (tesoureiro); Olita Xavier (secretária).


No dia 20 de agosto de 2014, como marco da Semana Missionária, deu-se a bênção à Cruz Luminosa, doada por José Geraldo Lucas de Divinópolis e posta em frente à porta principal da Matriz, lembrando a todos que o caminho de Jesus é o caminho da Cruz.

Publicidade