Pesar dos bispos brasileiros pela morte de Mario Ottoboni, fundador da Apac

Quarta-feira, 16 de janeiro de 2019 às 8h 54  - Atualizado às 16h 05

Morreu, aos 87 anosm o advogado Mario Ottoboni, o "visionário" fundador, em 1972, da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac). Ottoboni vivia no Brasil, em São José dos Campos. Sua atuação ajudou a humanizar um sistema, o sistema carcerário brasileiro, considerado um dos mais violentos do mundo. Graças à associação, nasceram instituições prisionais alternativas, chamadas "prisões sem carcereiros", primeiro na diocese de São José dos Campos e, em seguida, também, em outras cidades do Brasil, sob o lema: "Aqui entra o homem, o crime fica de fora”.

 

A informação foi publicada por Servizio Informazione Religiosa - SIR,  15-01-2019. A tradução é de Luisa Rabolini.

 

A Regional Sul 1 da Conferência Episcopal do Brasil - informa a agência Sir - "une-se no luto da Diocese de São José dos Campos, orando para que Deus receba e recompense este grande homem, que fez história na defesa da dignidade dos irmãos e das irmãs detidos".

 

Fonte: http://www.ihu.unisinos.br/586092-pesar-dos-bispos-brasileiros-pela-morte-de-mario-ottoboni - 15/01/19

 

Link da foto: http://diocese-sjc.org.br/wp-content/uploads/2019/01/M%C3%A1rio-Ottoboni-1.jpg

Publicidade