Seminaristas Elder, Anderson e Alex são ordenados diáconos

Segunda-feira, 20 de agosto de 2018 às 8h 30  - Atualizado às 8h 45

A Diocese de Divinópolis está vivendo, desde o dia 16 de julho de 2018, o seu Jubileu de Diamante. As festividades de aniversário de 60 anos de instalação da diocese seguem até o dia 17 de maio de 2019. Um dos grandes presentes que a Diocese recebeu no jubileu foi a ordenação de três diáconos transitórios para o serviço à Igreja Diocesana. Foram ordenados, pela imposição das mãos de Dom José Carlos, os seminaristas Alex Cristiano, Anderson Nunes e Elder Alves. A cerimônia aconteceu na noite desta sexta-feira, 17 de agosto, na Catedral Diocesana, em Divinópolis. A celebração  contou com a presença de dezenas de padres, de dois diáconos da Diocese de Sete Lagoas-MG, seminaristas da Diocese de Divinópolis e de familiares e amigos dos recém-ordenados.

"O Diácono fortalecido com a graça sacramental, serve ao povo de DEUS no serviço da Liturgia, da Palavra e da Caridade, em comunhão com o Bispo e seu Presbitério" (LG).

O Diácono é aquele que participa do ministério de Cristo e toma para si tarefas que cabem ao primeiro grau do Sacramento da Ordem. No áudio, abaixo, Dom José Carlos, Bispo de Divinópolis, explica melhor a função do Diácono:

 

 

O Diácono Alex, 39 anos, natural de Pará de Minas, é filho da Paróquia Nossa Senhora da Piedade. Em entrevista, o Diácono Alex falou que sua ordenação era um momento muito esperado por ele. Ele também falou um pouco do trabalho do diácono na Igreja; ouça: 

 

 

na expectativa para a sua ordenação, o Diácono Anderson, 39 anos, conversou com a nossa equipe e disse que está muito feliz. Diácono Anderson é natural de Divinópolis e filho da Paróquia da Sagrada Família, no bairro Danilo Passos.

 

 

A caminhada vocacional do Diácono Anderson é um pouco atípica. Ele entrou para o seminário, ainda, na década de 90. Após concluir o curso de filosofia, na cidade de Mariana-MG, e ingressar no curso de teologia, ele discerniu sair do seminário. 14 anos fora do seminário, ele deu aula em várias escolas de Divinópolis e Pará de Minas e foi diretor de uma escola, em Divinópolis. Só em 2014, após um processo de discernimento, ele retornou para o Seminário.

 

 

"Coração acelerado", foi assim que o Diácono Elder, 40 anos, descreveu como ele estava se sentidno neste momento de sua vida. O Diácono Elder é filho da Paróquia  Nossa Senhora da Guia, de Divinópolis:

 

 

Em sua homilia, Dom José Carlos iniciou a reflexão dizendo que a vocação começa na família. Em entrevista, o Bispo refletiu sobre  importância de se falar de Deus na família e de viver uma experiência de fé dentro da mesma; ouça:

 

 

No vídeo, abaixo, você assiste, na íntegra, a homilia de Dom José Carlos:

 

Após a homilia, aconteceu o rito próprio da Ordenação Diaconal. 

 

Ao final da celebração, os diáconos proferiram a mensagem final, agradecendo  todos os envolvidos no processo vocacional da vida deles:

 

 

A divulgação da paróquia que os diáconos irão trabalhar foi feita após a mensagem final. O Diácono Alex vai trabalhar na paróquia de Nossa Senhora da Piedade, em Itaúna. O Diácono Anderson estará exercerá seu diaconato na Paróquia  São Bento, em Itapecerica. Já, o Diácono Elder irá trabalhar na paróquia de Nossa Senhora de Fátima, em Divinópolis.

 

POR TÚLIO VELOSO

 

Galerias Relacionadas

  • 17 AGO 2018

    Ordenação Diaconal dos seminaristas Alex Cristiano, Anderson Nunes e Elder Alves