Padre Charley recebe homenagem em premiação de Pará de Minas

Terça-feira, 14 de novembro de 2017 às 7h 15  - Atualizado às 20h 46

A comunidade Católica de Pará de Minas, nela a Paróquia  Nossa Senhora da Piedade, recebeu, com surpresa e muita alegria, a indicação do nome do Padre Charley para receber o troféu Garra (Oscar Patafufo) na categoria promoção (festividades católicas). Este evento já está na trigésima edição e é promovido pela Gazeta Paraminense (este jornal local tem 33 anos) e, claro, por seu fundador Bié Barbosa (jornalista). Os inúmeros trabalhos deste sacerdote incansável foram reconhecidos por uma comissão composta por 27 pessoas influentes na cidade, que acabaram colocando-o na lista dos que se destacaram no ano de 2016 e, por extensão, deram valiosa contribuição na sociedade, para torná-la melhor. A noite da premiação se deu no dia 11, no espaço/auditório da Igreja Quadrangular, bairro Vila Sinhô. Ao todo, são 18 categorias, tendo 5 indicados para cada uma delas - 90 pessoas no geral. Estes e seus convidados se reuniram nesta noite, a fim de conhecer os que levariam a estatueta para casa. Para nosso orgulho, Padre Charley foi o escolhido, ficando com o troféu Garra. Há dois anos e meio à frente da Paróquia  Nossa Senhora da Piedade, as ações que o fizeram se destacar em nossa cidade foram:


1) A Missa da Misericórdia, sempre celebrada na última terça-feira do mês - celebração que atrai muitas pessoas para o Santuário. Esta sempre tem uma dimensão caritativa/social, pois o que é arrecadado na coleta (momento do ofertório) tem como destino as Instituições Sociais, que socorrem os mais necessitados. Eis as já alcançadas com os recursos materiais / Instituições Beneficiadas: Bola de Gude (atende crianças carentes da cidade); Restaurante da Criança no bairro Padre Libério; Comunidades terapêuticas (Fazendinhas) e merece destaque a preocupação com a reinserção social dos internos desses espaços terapêuticos; Casa que acolhe crianças em situação de risco familiar; Cidade Ozanan (Instituição de Longa Permanência - Asilo); Casa que acolhe moradores de rua (Centro POP); Ajuda a outras Paróquias em suas necessidades materiais (Paróquia de São Pedro e de  Santo Antônio já foram alvo das ações beneficentes da Missa da Misericórdia), etc.


2) Missa da Misericórdia que atrai muitos jovens (80% das mais de 1500 pessoas que participam da Eucaristia - esta é a média de fiéis participantes) - o segmento jovem é bastante exigente e, por isto, devemos ter zelo dobrado e boa acolhida includente.


3) Visita às prostitutas e travestis em meio à noite, numa postura de acolhimento dos mais "ignorados" da sociedade e que habitam as periferias existenciais. Há o esboço da Pastoral da Vida (a que cuida dos que são chamados homens e mulheres da "vida");


4) Restauração da imagem do Senhor Morto - peça com quase 200 anos e de autoria atribuída a Padre Antônio Félix (Irmão de Aleijadinho). Essa restauração se deu em São João Del Rei, com o competente Carlos Magno.


5) Motivação dos adolescentes do EAC para o plantio de 1000 mudas de árvores frutíferas. Parceria Igreja Católica e IEF. Essas mudas foram distribuídas no Domingo de Ramos em resposta à Campanha da Fraternidade de 2016 (Casa Comum: nossa responsabilidade).


6) Atendimento espiritual e material na Comunidade Terapêutica Divina Misericórdia. Casa que abriga quase 40 internos. Celebração da Santa Missa no 2° domingo do mês - no dia da graduação dos internos que completam 9 meses de tratamento e visita das famílias;


7) Coleta do Carrinho solidário com a cooperação dos cursilhistas, para arrecadação de alimentos para a colônia de férias do Bola de Gude e Patronato.


Essas foram as atividades pensadas e projetadas/arquitetadas por Padre Charley e executadas pelos vários agentes de pastoral de nossa Paróquia e até do município. Muitos trabalhos que, inclusive, impediram, quase sempre, nosso Pároco de desfrutar o seu descanso legítimo, reservado nas segundas-feiras. Somos agradecidos a Deus e a Senhora da Piedade e os confiamos a vida de nosso Pastor, Padre Charley M. Silva. Somos gratos também à Gazeta e ao jornalista Bié Barbosa pelo olhar e reconhecimento às atividades da Igreja Católica em nosso município. Parabéns, Padre Charley, pelo testemunho de amor à nossa cidade, ao ser humano, à Igreja e, sobretudo, a Deus.

 

 

Por  Isadora Vasconcelos

Fotos

Clique na imagem para ampliar.

Publicidade