Dom José Carlos preside Missa em ação de Graças pela nomeação episcopal de Monsenhor Francisco Cota

Sexta-feira, 9 de junho de 2017 às 9h 49  - Atualizado às 21h 02

Dom José Carlos presidiu ontem, dia 08, na Catedral Diocesana de Divinópolis, a Santa Missa em ação de Graças pela nomeação episcopal de Monsenhor Francisco Cota para ser bispo auxiliar da Arquidiocese de Curitiba. Concelebraram com o bispo os padres Luis Carlos Amorim, Carlos Eduardo, Helton Ferreira e Marcelo Francisco. 

 

Esta foi a segunda celebração em ação de graças pela nomeação de Monsenhor Francisco. A primeira aconteceu na noite do dia 07, na Matriz de Nossa Senhora do Pilar, em Pitangui, presidida pelo Padre Paulo Sérgio, Vigário Geral da Diocese de Divinópolis, e concelebrada pelo Monsenhor Francisco e pelos padres Davi Teixeira, Carlos Antônio, Guilherme Machado e Everaldo Quirino. O Diácono Douglas Amaral também participou da celebração. (veja mais) . Hoje, a Santa Missa será em sua comunidade de origem, na Capela de Nossa Senhora da Conceição, na comunidade de Colônia, em Onça do Pitangui.

 

Dezenas de amigos da cidade de Carmo do Cajuru, onde ele trabalhou de 1999 a 2009, marcaram presença na celebração. Também estiveram presentes alguns paroquianos da Paróquia de Nossa Senhora do Pilar, onde ele á o atual Administrador Paroquial.

 

Em sua homilia, Dom José Carlos contou como foi feita a nomeação de Monsenhor Francisco Cota. Assista, na íntegra, a homilia de Dom José Carlos:  

 

 

Mensagem de Monsenhor Francisco Cota: 

 

 

 

Monsenhor Francisco Cota



Natural de Onça do Pitangui - MG, Padre Chiquinho, como é, carinhosamente conhecido, nasceu no dia 05 de agosto de 1969.



Ele completou seus estudos em filosofia na Pontifícia Universidade Católica de Belo Horizonte (1992-1994) e, na mesma cidade, estudou teologia, no Instituto Dom João Rezende Costa (1995-1998).



Ordenado sacerdote no dia 01º de agosto de 1999, pela imposição das mãos de Dom José Belvino, Bispo Emérito de Divinópolis, Monsenhor Francisco já trabalhou por três paróquias da Diocese de Divinópolis.  De 1999 a 2009 ele trabalhou na Paróquia de Nossa Senhora do Carmo, em Carmo do Cajuru - MG. De 2010 a 2017 ele trabalhou na paróquia de Sant’Ana, em Itaúna - MG. E, desde o dia 29 de janeiro deste ano de 2017 ele está trabalhando na Paróquia de Nossa Senhora do Pilar, em Pitangui – MG.  Ele também é Promotor de Justiça na causa pela Beatificação do Servo de Deus, Padre Libério.



Monsenhor Francisco também foi Assessor Diocesano de Pastoral da Juventude, Vigário Forâneo das Foranias do Divino Espírito Santo e de Sant’Ana e professor do Seminário Diocesano.



Outras nomeações



O Papa Francisco, também, nomeou o Padre Amilton Manoel da Silva, da Arquidiocese de São Paulo, para ser Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Curitiba, e o Padre Juarez Delorto Seco, da Diocese de Cachoeiro do Itapemirim - ES, como Bispo Auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Publicidade