Homenagem a todos os sacerdotes

Texto retirado do quarto dia da novena dedicada a São João Maria Vianney, de Padre Geraldo Gabriel de Bessa, com  pequenas modificações.

 

Dia do Padre - 04 de agosto


Eu não me acho digno deste tão grande sacramento. Mas agradeço, profundamente,  a Deus que me escolheu. Este sacramento, o da ordenação, eleva o homem até Deus.
O que é o sacerdote? Um homem que ocupa o lugar de Deus. Um homem que é revestido de todos os poderes de Deus. Assim nos diz o Mestre Jesus:  - Como o Pai me enviou, eu os envio. Todo poder me foi dado  no céu e na terra. Quem vos escuta a mim escuta. Quem vos despreza a mim despreza.


Quando o padre perdoa um pecador arrependido, dizendo eu te absolvo de todos os teus pecados, é Cristo quem perdoa. No momento da consagração o padre não diz: Isto é o corpo de Cristo, mas ele diz:  -Isto é o meu corpo que é dado por vós. É Cristo que, pela ação do Espírito Santo, e por meio do sacerdote, se faz alimento e desce até nós.


São Bernardo dizia: -Tudo veio por Maria. Mas tudo, hoje, nos vêm por meio do sacerdote. Todas as graças, todos os bens celestes, se não tivéssemos o sacramento da ordem, não  teríamos Nosso Senhor.


Quem pôs no tabernáculo o Divino Mestre feito hóstia? Foi o padre. Quem foi que recebeu sua alma  para a vida? Foi o padre. Quem  alimentou esta mesma alma para dar forças para a peregrinação? Foi o padre. Quem a preparou para comparecer-se diante de Deus pela primeira vez? Foi o padre. E se essa alma vier a adoecer e morrer, quem lhe restituirá a calma e a paz? Será o padre. Não vos podeis lembrar de um só benefício de Deus sem encontrar-vos do lado desta lembrança a imagem do padre.


Ide confessar -vos a um anjo ou a virgem Maria. Eles  vos absolverão? Não. Eles vos darão o Corpo e o Sangue de Cristo? Não.  A Santíssima Virgem não poderá fazer descer seu Divino filho à Hóstia. Só o sacerdote o pode.  E se tivesse 200 anjos, eles não poderiam dar-vos a absolvição. Um padre somente, por mais humilde que seja, pode dizer-vos:  -Ide em paz, eu vos perdoo. Um padre só será bem compreendido no céu; se o compreendêssemos na terra, morreríamos, não de pavor, mas de amor.  Os outros benefícios de Deus de nada serviriam sem o padre. De que adiantaria uma casa cheia de ouro, se não tivesse ninguém para abrir a porta? O padre tem as chaves dos tesouros celestes. É ele quem abre a porta. É ele o administrador dos bens de Deus. Depois de Deus o sacerdote é tudo. Deixai uma paróquia 20 anos sem padre e ali adorarão os animais. Quando se quer destruir a religião, começa-se por atacar o padre, pois onde não há mais sacrifício, não há mais religião.


Quando os sinos vos chamarem à Igreja, se vos perguntarem: - Onde ides? Poderíeis responder: - Vou alimentar minha alma. Quem prepara o alimento e serve a mesa é o padre. Ele convida a todos, sem distinção. E o alimento é o Corpo de Cristo, nosso Deus e Salvador.


São João Maria Vianney ainda nos diz: - Se eu encontrasse na rua um padre e um anjo, cumprimentaria primeiro o padre antes de cortejar o anjo. Este, o anjo é o amigo de Deus, mas o sacerdote faz as vezes de Deus. Quando virdes um padre devereis dizer:  -Eis aquele que me tornou filho de Deus e me abriu  o céu pelo santo batismo. Aquele que me purificou depois do meu pecado, que alimenta minha alma. À vista de uma torre de uma Igreja, o que podeis dizer? O quê está ali? O corpo de Nosso Senhor. E por que está ali? Porque um padre passou por ali e celebrou a missa. Meus irmãos, o sacerdote é o amor do Coração de Jesus. Quando virdes um padre pensai em Nosso Senhor Jesus Cristo.


Rezemos: Eu vos amo meu Deus. E o meu único desejo é amar-vos  até o último suspiro da minha vida. Eu vos amo Deus infinitamente bom e prefiro morrer amando-vos do que viver um só instante sem vos amar. Eu vos amo meu Deus e só desejo o céu para  ter a felicidade de vos  amar  perfeitamente. Eu vos amo meu Deus e só temo o inferno  porque aí nunca haverá a doce consolação de vos amar.  Meu Deus, se a minha língua não puder estar sempre a dizer que vos ama, que o meu coração diga tantas vezes quanto eu respiro. Senhor, dai-me a graça de sofrer amando-vos,  de vos amar sofrendo. E de um dia expirar amando-vos e sentindo que vos amo e quando mais me aproximo do meu fim mais vos imploro a graça de aumentar e aperfeiçoar meu amor. Amém!

Publicidade