Dom Gil Antônio Moreira

Nascido em Itapecerica-MG, aos 9 de outubro de 1950, filho de Antônio Moreira (in memoriam) e Maria Teresa Mendes Moreira, é o segundo filho de 8 irmãos, entre os quais Padre João Luiz Moreira.

 

Depois de cursar seus primeiros anos escolares em sua terra natal (pré-primário com as Irmãs Batistinas e primário no Grupo Escolar Severo Ribeiro), ingressou, com onze anos de idade, no Seminário Menor São José, de Divinópolis. Nesta mesma cidade colou grau em Letras e Filosofia, indo depois para Belo Horizonte, onde se formou em Teologia, pela PUC-MG. Foi ordenado diácono a 9 de julho de 1973 em Divinópolis e presbítero a 18 de dezembro de 1976, em Itapecerica, pelas mãos de Dom Cristiano Portela de Araújo Pena.

 


Como presbítero, foi Vigário Paroquial de São Bento de Itapecerica, Pároco de São Joaquim de Bicas-Igarapé, Santo Antônio de Mateus Leme e Sagrado Coração de Jesus de Santanense - Itaúna. Nos primeiros anos de seu sacerdócio, foi missionário por 6 meses em Tefé-AM, Igreja Irmã de Divinópolis. Desde o início de seu sacerdócio, recebeu a incumbência de trabalhar com as vocações e logo foi nomeado Reitor do Seminário Maior de Divinópolis, em Belo Horizonte, cargo que exerceu por 12 anos. Foi Reitor também no Seminário Maior Maria Mãe da Igreja, em Campo Grande-MS, por três anos a pedido dos Bispos dos Regionais Oeste 1 e Oeste 2 da CNBB.

 


É Mestre em História da Igreja pela Universidade Gregoriana de Roma. Fez cursos de especialização para Formador em Toluca-México e em Viamão-RS. Como Professor, lecionou História da Igreja, Catequética, Metodologia Pastoral, Liturgia e Sacramento da Penitência. Ensinou também Português, Literatura e Desenho Geométrico, por vários anos em escolas de ensino fundamental e médio. Entre os anos 1997 e 1999, foi Sub-Secretário Geral da CNBB, em Brasília, ao lado de Dom Raymundo Damasceno Assis, Secretário Geral.

 


Foi nomeado Bispo Auxiliar de São Paulo, por João Paulo II, aos 14 de julho de 1999, tendo recebido a Ordenação Episcopal aos 16 de outubro de 1999, em Itapecerica/MG. Foi seu sagrante principal o Núncio Apostólico Dom Alfio Rapisarda, e consagrantes Dom Cláudio Hummes e Dom José Belvino do Nascimento, com especial homenagem a Dom Cristiano Frederico Portela de Araújo Penea, 1° bispo de Divinópolis/MG e verdadeiro Pai espiritual de Dom Gil.

 


Em 2004, foi elevado a Bispo Diocesano de Jundiaí, por João Paulo II, tomando posse a 15 de fevereiro, aí permanecendo por cinco anos. Aos 28 de janeiro de 2009, foi nomeado Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, pelo Papa Bento XVI, tendo tomado posse a 28 de março seguinte, numa memorável liturgia na Catedral Metropolitana de Santo Antônio.
Seu lema é Scis Amo Te (Senhor, sabes que te amo)

Publicidade